Ministério informa que Rússia testou lançamento de mísseis com capacidade nuclear

(Arquivo) O presidente russo, Vladimir Putin (AFP/Alexey DANICHEV) (Alexey DANICHEV)

A Rússia afirmou nesta quarta-feira que suas forças simularam um lançamento de mísseis com capacidade nuclear no enclave ocidental de Kaliningrado, em meio à sua campanha militar na Ucrânia.

O anúncio foi feito no 70º dia da ação militar russa, que já deixou milhares de mortos e mais de 13 milhões de deslocados, na pior crise de refugiados na Europa desde a Segunda Guerra Mundial.

Depois de enviar tropas à Ucrânia, o presidente russo, Vladimir Putin, fez ameaças veladas sugerindo estar disposto a usar as armas nucleares táticas de seu país.

Durante exercícios militares realizados hoje no enclave do Mar Báltico, situado entre a Polônia e a Lituânia, a Rússia testou "lançamentos eletrônicos" simulados de seu sistema de mísseis balísticos móveis Iskander, com capacidade nuclear, informou o Ministério da Defesa.

As forças russas praticaram ataques individuais e múltiplos contra alvos que simulavam sistemas de lançamento de mísseis, pistas de pouso, infraestrutura protegida, equipamentos militares e postos de comando de um inimigo simulado, segundo o comunicado. Mais de 100 soldados participaram dos testes.

A Rússia colocou suas forças nucleares em alerta logo após Putin enviar tropas para a Ucrânia, em 24 de fevereiro. O chefe do Kremlin alertou para uma retaliação rápida se o Ocidente interferir diretamente no conflito ucraniano.

Observadores apontaram que, nos últimos dias, a TV estatal russa tentou tornar o uso de armas nucleares mais aceitável para o público.

bur/jj/mas/cjc/lb

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos