Ministério Público aponta aumento de crimes contra idosos no DF

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) divulgou nesta quarta-feira (15) uma pesquisa que mostra o aumento de 129% no número de processos envolvendo crimes contra idosos no Distrito Federal em 2021. O dado foi levantado para do Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa, celebrado em 15 de junho.

De acordo com o estudo do MPDFT, o aumento leva em conta os casos de crimes previstos no Estatuto do Idoso nos últimos três anos. Em 2019, foram registrados 39 processos. No ano seguinte, em 2020, o número passou para 68. Em 2021, foram 156 processos. As informações são da Agência Brasil.

Entre os casos registrados estão os crimes de estelionato, maus tratos, violência doméstica, injúria e ameaça.

Os dados são atualizados constantemente pelo Ministério Público por meio do Mapa da Violência Contra a Pessoa Idosa, que pode ser acompanhado virtualmente pelo cidadão.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos