Ministério Público denuncia policiais civis após desaparecimento de dupla em SP

ALFREDO HENRIQUE
·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - MP-SP (Ministério Público de São Paulo) denunciou por corrupção passiva dois policiais civis suspeitos de tentar extorquir dinheiro de um adolescente de 17 anos, que desapareceu com um amigo de 19 anos, em 19 de agosto, na região da Vila Itaim (zona leste da capital paulista). Os dois policiais estão presos pelo crime de corrupção passiva no presídio especial da Polícia Civil, conforme afirmou no fim de outubro a SSP (Secretaria da Segurança Pública), gestão João Doria (PSDB). A defesa de ambos não havia sido localizada até a publicação desta reportagem. Os agentes trabalhavam no 59º DP (Jardim Noemia), também da zona leste. A investigação da Corregedoria da Polícia Civil, concluída na segunda quinzena do mês passado, afirma que os policiais tentaram extorquir dinheiro da dupla. A polícia não descarta a possibilidade de que os jovens tenham sido mortos e os corpos enterrados pelo crime organizado em algum cemitério clandestino. A SSP não havia se posicionado sobre a denúncia do Ministério público até a publicação desta reportagem.