Ministério quer assinar contrato com Janssen e Pfizer no início da próxima semana, diz secretário da Saúde

Ricardo Brito
·1 minuto de leitura
Vacinação contra Covid-19

Por Ricardo Brito

BRASÍLIA (Reuters) - O Ministério da Saúde quer assinar no início da próxima semana os contratos para a compra das vacinas contra Covid-19 Janssen e da Pfizer, disse o secretário-executivo da pasta, Elcio Franco, ao detalhar em entrevista coletiva que as tratativas estão nos últimos acertos.

"Com relação ao contrato da Janssen e da Pfizer, toda a tramitação do Ministério da Saúde já ocorreu, inclusive a parte de seguro, e agora seus departamentos jurídicos estão finalizando a análise para que possamos assinar, o que deve ocorrer no início da próxima semana", disse Elcio em entrevista coletiva.

Na semana passada, o ministério confirmou a intenção de comprar 100 milhões de doses das vacinas da Pfizer e outros 38 milhões da Janssen, em mais um passo do governo Jair Bolsonaro para tentar acelerar a compra de imunizantes em meio ao recrudescimento da pandemia no país.

A Pfizer já possui registro de uso definitivo da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o que possibilitaria, em caso de compra pelo governo, um uso massivo para ampliar a vacinação no país.