Ministério da Justiça busca EUA e Interpol por extradição de Allan dos Santos

Blogueiro bolsonarista, que está nos EUA desde 2020, teve prisão preventiva ordenada em 2021

Allan dos Santos durante ato a favor de Jair Bolsonaro em junho de 2020 (Foto: Andressa Anholete/Getty Images)
Allan dos Santos durante ato a favor de Jair Bolsonaro em junho de 2020 (Foto: Andressa Anholete/Getty Images)

O Ministério da Justiça do Brasil entrou em contato com o governo dos Estados Unidos e a Interpol para tentar acelerar o processo de extradição do blogueiro Allan dos Santos, um dos principais nomes do bolsonarismo na internet, que está no país norte-americano desde 2020. A informação foi revelada pela coluna Painel, da Folha de São Paulo.

Allan dos Santos é considerado foragido no Brasil desde 2020 quando a Polícia Federal (PF) pediu a sua prisão preventiva durante o inquérito das fake news. O blogueiro é alvo de apurações do Supremo Tribunal Federal (STF) na investigação sobre a existência de uma estratégia de milícia digital para atacar a democracia e as instituições.

O blogueiro está nos Estados Unidos desde 2020. Mensagens interceptadas pela PF na época mostram que um dos filhos do ex-presidente Jair Bolsonaro, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP), ofereceu ajuda para que Allan deixasse o brasil.

O contato com a Interpol, feito pela pasta comandada por Flávio Dino, acontece após a organização não atender ao pedido do STF para incluir Allan na lista de procurados internacionalmente, a chamada difusão vermelha.

Como estão sendo os primeiros dias do governo Lula?