Ministério da Saúde autoriza abertura de consulta pública sobre estudo do "kit covid"

·1 min de leitura
Uso de medicamentos ineficazes para a covid-19 ainda é debatido (Foto: Getty Images)
Uso de medicamentos ineficazes para a covid-19 ainda é debatido (Foto: Getty Images)
  • Consulta pública sobre estudo contra o "kit covid" ficará aberta por dez dias

  • Pesquisa cita que não devem ser utilizados medicamentos como a cloroquina para tratamento da covid-19

  • A ineficácia das substâncias já é comprovada pela ciência

O estudo que prevê orientações contrárias ao uso de medicamentos comprovadamente ineficazes contra a covid-19 em pacientes hospitalizados no Brasil ficará disponível para consulta pública. A autorização para abertura do prazo foi dada pelo Ministério da Saúde por meio de portaria publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (12). 

A pesquisa que cita que não devem ser utilizados medicamentos como a cloroquina e a azitromicina para tratamento do coronavírus, o chamado "kit covid", foi avaliada pela Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias ao Sistema Único de Saúde (Conitec).

No entanto, o resultado da votação que decidiria quais seriam as diretrizes que deveriam ser adotadas acabou sendo de 6 a 6, por isso, não houve definição.

O representante da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que votaria contra o "kit covid" no dia e poderia desempatar o placar, acabou impossibilitado de se manifestar.

A avaliação do estudo gerou polêmica também porque foi adiada sem motivos claros. Inicialmente, estava marcada para 7 de outubro, mas acabou retirada da pauta da reunião da Conitec e só foi novamente analisada em 21 de outubro. 

À época, a CPI da Pandemia do Senado chegou a pedir explicações por parte do Ministério da Saúde. 

A consulta pública ficará aberta por dez dias, no site da Conitec, e, ao final deste período, a comissão volta a se reunir para avaliar o resultado e tomar uma decisão final sobre o assunto. 

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos