Ministério da Saúde estima "aceleração descontrolada" de coronavírus em quatro estados e DF

(MAURO PIMENTEL/AFP via Getty Images)

A pandemia do novo coronavírus pode ter uma "aceleração descontrolada" em quatro estados brasileiros, segundo boletim epidemiológico que deverá ser divulgado neste sábado (4) pelo Ministério da Saúde.

De acordo com a pasta, a alta incidência de casos em São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará e Amazonas, além do Distrito Federal indica um crescimento desenfreado do número de infectados pela Covid-19 nestes estados.

Leia também

O Ministério da Saúde avaliou que, em São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará e Amazonas, além do Distrito Federal, a incidência supera a média nacional (4,3 casos por 100 mil habitantes). Na capital, a taxa é quase o triplo: 13,2 casos.

O documento, obtido pelo jornal Folha de S.Paulo, aponta problemas no controle da epidemia nos estados com maior incidência de pacientes diagnosticados ou com suspeita de ter o novo coronavírus, como falta de testes e leitos hospitalares.

A rede atual de laboratórios, segundo a pasta, consegue realizar 6,7 mil testes por dia. Entretanto, no momento mais crítico da epidemia, serão necessários entre 30 mil e 50 mil análises diárias. Os leitos de UTI, informa o documento, não estão "devidamente estruturados e em número suficiente para a fase mais aguda da epidemia".

Após a confirmação do primeiro caso de coronavírus no Brasil, há 37 dias, o país soma 9056 infectados, com 359 mortes, segundo o Ministério da Saúde.