Ministério da Saúde prevê entregar menos vacinas em março; previsão é de 38 milhões de doses

·1 minuto de leitura
A healthcare worker prepares a dose of the China's Sinovac Biotech COVID-19 vaccine during an expansion of the vaccination program for elderly people who cannot leave their homes, in Rio de Janeiro, Brazil, Tuesday, February 16, 2021 .
Segundo a pasta, quatro milhões de doses da Astrazeneca que seriam importadas da Índia não devem chegar a tempo (Foto: AFP)

O Ministério da Saúde, comandado pelo ministro Eduardo Pazuello, divulgou nesta quinta-feira (4) um novo cronograma para a entrega de 38 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 em março. 

O número total de imunizantes representa uma redução de quase oito milhões de doses em relação ao que foi divulgado em fevereiro, na primeira previsão do governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Leia também

Segundo o Ministério, quatro milhões de doses da Astrazeneca que seriam importadas da Índia não devem chegar a tempo. 

Além disso, a Fiocruz, que produz o imunizante no Brasil, recebeu insumos da China com atraso, ainda de acordo com a pasta. O governo também contava com quatrocentas mil doses da Sputinik V, que só devem chegar em abril.

Na quinta-feira (4), durante conversa com apoiadores o aeroporto de Uberlândia (MG), Bolsonaro confirmou que o governo brasileiro irá comprar a vacina da Pfizer contra a Covid-19. 

O presidente afirmou que a aquisição só foi possível após o Congresso aprovar o projeto que autoriza a União a assumir responsabilidade por possíveis efeitos adversos dos imunizantes.

Bolsonaro chegou a prometer que no mês que vem "milhões" de vacinas da Pfizer irão chegar no Brasil, mas disse não saber o número exato. Eles não comentou as tratativas com a Janssen, que ocorrem em paralelo.

Até a última terça-feira (2), o Brasil contabilizava 7,1 milhões de vacinados contra a Covid-19 e pelo menos uma dose de vacina foi aplicada em 7.106.147 de brasileiros — o correspondente a 3,36% da população nacional.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos