Ministra espanhola sugere que vulcão pode atrair turistas e causa revolta nas Ilhas Canárias

·2 minuto de leitura

A ministra do Turismo da Espanha, Reyes Maroto, afirmou nesta segunda-feira que a erupção vulcânica nas Ilhas Canárias pode ser usada para atrair turistas. A declaração causou forte reação de políticos e da população local. As lavas do vulcão Cumbre Vieja já afetaram mais de 120 residências e cerca de 10 mil pessoas precisaram ser retiradas de seus lares.

- O mais importante agora é tranquilizar os turistas que foram afetados, e também aqueles que podem estar viajando para a ilha hoje ou durante a semana - disse a ministra em entrevista a uma rádio local, segundo o The Guardian.

Maroto acrescentou que o ministério tem fornecido informações para que os turistas possam viajar à ilha e "testemunhar algo sem dúvida inédito para eles". A ministra reforçou a necessidade de tornar pública a informação de que a ilha está aberta.

- Também podemos aproveitar isso ao máximo como uma atração para que muitos turistas que desejam desfrutar do que a natureza trouxe a La Palma o possam fazer nas próximas semanas e meses - afirmou.

Questionada se a ilha pode se tornar um destino de "turismo vulcânico", Maroto disse que o vulcão faz parte da oferta turística local e pode servir como um atrativo a ser explorado.

As declarações da ministra provocaram reações. O porta-voz do conservador Partido do Povo classificou as afirmações de Maroto como "inapropriadas" e lembrou que "tem gente perdendo suas casas".

Deputada pelas Ilhas Canárias, Ana Oramas também se manifestou sobre as declarações da ministra. Em seu Twitter, ela criticou a falta de sensibilidade de Maroto.

- Quando são 10.000 pessoas despejadas, 100 casas destruídas, campos e fazendas, animais e tudo que você tinha, este não é um 'show maravilhoso', nem é 'emocionante vivê-lo', é uma tragédia, um pouco de sensibilidade para todos, os canários não estão para brincadeiras - afirmou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos