Ministro acredita que leilão de transmissão de energia no próximo dia 19 'será um sucesso'

Juliana Castro, enviada especial

RESENDE - O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, disse nesta sexta-feira acreditar que o leilão de transmissão de energia, no próximo dia 19, será um sucesso. O ministro negou que tenha havido falta de interesse de estrangeiros nos certames.- A expectativa é muito boa. Será o último leilão do ano no setor de energia elétrica de transmissão e vai atender a 12 estados da federação. Acreditamos e estamos bastante otimistas de que será um sucesso, como foram todos os outros leilões de energia realizados esse ano. Não só do setor elétrico, mas também do setor de petróleo e gás. Foi um ano muito promissor para o país. Os estrangeiros estão vindo, sim - disse Albuquerque, após participar em Resende, ao lado do presidente Jair Bolsonaro, da cerimônia de inauguração da 8ª Cascata de Ultracentrífugas da Usina de Enriquecimento Isotópico de Urânio.

O ministro afirmou ficar satisfeito com a participação da iniciativa privada no setor de energia:- Eles (estrangeiros) têm participado e, tão importante quanto a participação dos investimentos estrangeiros, são os investimentos nacionais. É uma satisfação muito grande, para mim como ministro de Minas e Energia, ver que 90% dos investimentos no setor de energia no Brasil são feitos pela iniciativa privada, com muitos poucos recursos da União e isso significa que os investidores estão acreditando no país e vamos ter condições de acompanhar o crescimento do país porque energia é base para o crescimento de infraestrutura de qualquer país.

Bento Albuquerque: Brasil terá de investir R$ 450 bi em dez anos para ampliar transmissão e geração de energiaA Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou a realização do leilão de transmissão 02/2019, com a expectativa de gerar até R$ 4,18 bilhões em investimentos.No leilão, serão licitados 12 lotes, com 17 linhas de transmissão e 16 subestações, em projetos que contemplam 12 estados.