Ministro da Agricultura promete "tolerância zero" com irregularidades no ministério

O Ministro da Agricultura, Blairo Maggi (esquerda), e o presidente brasileiro Michel Temer durante fórum de agricultura em São Paulo 04/07/2016 REUTERS/Nacho Doce

(Reuters) - O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, disse nesta sexta-feira que determinou o afastamento dos envolvidos na operação da Polícia Federal que investiga fraudes em alimentos e prometeu "tolerância zero" com irregularidades na pasta.

"O que as apurações da Polícia Federal indicam é um crime contra a população brasileira, que merece ser punido com todo o rigor", disse Blairo em sua conta no Facebook.

A PF lançou nesta manhã uma operação com o objetivo de desarticular uma organização criminosa liderada por fiscais agropecuários federais e cerca de 40 empresas, entre elas as gigantes JBS e BRF, acusadas de pagamento de propina para a liberação de mercadorias sem fiscalização.

(Por Alexandre Caverni)