Ministro da Saúde minimiza casos positivos na seleção da Venezuela: 'Faz parte'

·2 minuto de leitura
Brazilian President Jair Bolsonaro (L) embraces his Health Minister Marcelo Queiroga during the announcement that the public healthcare system will cover expanded heel prick tests at Planalto Palace, in Brasilia, on May 26, 2021. (Photo by EVARISTO SA / AFP) (Photo by EVARISTO SA/AFP via Getty Images)
Brazilian President Jair Bolsonaro (L) embraces his Health Minister Marcelo Queiroga during the announcement that the public healthcare system will cover expanded heel prick tests at Planalto Palace, in Brasilia, on May 26, 2021. (Photo by EVARISTO SA / AFP) (Photo by EVARISTO SA/AFP via Getty Images)

Ao lado do chefe da comissão médica da CBF, Jorge Pagura, o ministro da Saúde, Marcello Queiroga, disse que existem protocolos rigorosos no controle de casos de Covid-19 durante a realização da Copa América. Ele ressaltou que os jogadores e outros integrantes da equipe da Venezuela e de qualquer outro país que forem infectados só deixarão o Brasil quando testarem negativo. 

— Faz parte, se não tivéssemos possibilidade de casos positivos, não teríamos protocolos rigorosos. Devem vir outros atletas e acontecerá a partida normalmente — afirmou o ministro, acrescentando:

— O primeiro critério é a segurança sanitária. Se não tiver segurança sanitária, o atleta não entra em campo.

Leia também:

Jorge Pagura reforçou as declarações de Queiroga. Disse que as seleções são rigorosamente testadas. As da Colômbia e do Equador não apresentaram casos positivos para a Covid-19 e ainda são aguardados os resultados dos exames da Bolívia. 

Pagura lembrou que a Conmebol alterou o regulamento da Copa América, para que as seleções possam trocar os jogadores que testarem positivo para a Covid-19. 

—A Conmebol permite a qualquer tempo que haja substituição dos atletas positivos para a Covid-19. E mesmo que os jogadores cheguem com PCR negativo, vamos refazer qualquer tipo de exame —disse o médico.

Para Pagura, o número de infectados na seleção venezuelana foi inesperado, uma vez que toda a equipe havia testado negativo 48 horas antes. Perguntado se é possível adiar o jogo previsto para domingo, ele respondeu que qualquer decisão é da responsabilidade do departamento de competições da Copa América.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos