Ministro das Comunicações inaugura Museu da Rádio Nacional, no Rio

·2 minuto de leitura

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, inaugurou hoje (3) o Museu da Rádio Nacional, na sede da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), no Rio de Janeiro. A emissora criou as bases do que forma atualmente o rádio brasileiro no que diz respeito à música, informação, humor, dramaturgia, esporte e os programas de auditório. A Rádio Nacional do Rio de Janeiro completará 85 anos no próximo mês de setembro.

Fábio Faria destacou que o museu vai resgatar a história das comunicações e da Rádio Nacional. “Eu, como ministro das Comunicações, não poderia passar em branco um momento histórico. Nós ficamos muito agradecidos com o trabalho de todos vocês que conseguiram resgatar e reciclar todos os momentos que fizeram dos últimos 85 anos no Brasil”, disse o ministro aos colaboradores da EBC. Salientou que o museu vai colocar “de uma vez por todas a Rádio Nacional na história de todos os brasileiros, eternamente”.

Museu da Rádio Nacional, no Rio de Janeiro
Museu da Rádio Nacional, no Rio de Janeiro
Museu da Rádio Nacional, no Rio de Janeiro - Tomaz Silva/Agência Brasil

Fábio Faria reiterou que a inauguração antecipava a comemoração do aniversário da Rádio Nacional. “Com essa antecipação, a gente deixa marcada na história o que foi a Rádio Nacional, porque a comunicação é eterna. Essa rádio passou por vários governos, fez a história do povo do Brasil, se comunicou, levando informações. Então, eu, como ministro, e Glen [Lopes Valente], como presidente [da Empresa Brasil de Comunicação], estamos muito honrados de fazer com que a Rádio Nacional ficasse para sempre na história e no futuro de todos os brasileiros”.

Radionovela

O presidente da EBC, Glen Valente, disse à Agência Brasil que, com o museu, a empresa pretende resgatar o acervo que a rádio tem. “Fizemos um piloto de três minutos onde a gente reproduziu a radionovela, e a gente tem intenção de voltar com a radionovela no rádio”. Glen Valente garantiu que a rádio não vai acabar. “A gente acabou de inaugurar cinco rádios da banda estendida. Esse é o propósito, a gente vai continuar trabalhando no rádio”.

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, e o diretor-presidente da EBC, Glen Valente, no Rio de Janeiro.
O ministro das Comunicações, Fábio Faria, e o diretor-presidente da EBC, Glen Valente, no Rio de Janeiro.
O ministro das Comunicações, Fábio Faria, e o diretor-presidente da EBC, Glen Valente, no Rio de Janeiro. - Tomaz Silva/Agência Brasil

Glen Valente disse que o rádio é vital na EBC. “E a gente, na verdade, está aqui celebrando esse momento e resgatando a história do rádio no Brasil”.

Participaram da inauguração do Museu da Rádio Nacional dois dos funcionários que viveram a época de ouro da emissora: o radioator Laio Júnior, que completará 48 de trabalho na antiga Rádio Nacional, em dezembro, e o datilógrafo de roteiros Reynaldo Gomes de Rezende, com 42 anos de casa, a serem completados em outubro deste ano. “A cópia ficou fiel”, exclamou Laio, referindo-se ao museu”. “Igual como estava lá”, completou Reynaldo Rezende.

Assista na TV Brasil:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos