Ministro diz que Alvorada precisará de reforma, e mudança de Lula e Janja para residência oficial é adiada

Hospedados em um hotel na região central de Brasília, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a primeira-dama, Rosângela Silva, a Janja, estiveram na terça-feira pela primeira vez juntos no Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência, para avaliar as condições do local. Nesta quarta-feira, foi a vez do ministro da Casa Civil, Rui Costa, visitar o local e o diagnóstico foi que, antes de o casal se mudar, será preciso uma reforma.

Gabinete: PF faz varredura em gabinete presidencial de Lula no Palácio do Planalto

Ruídos: Lula convoca reunião e fará freio de arrumação após divergências públicas entre ministros

De acordo com o ministro, há infiltrações em um dos cômodos do Palácio, que precisará passar por obras com duração de cerca de 20 dias.

— Está pingando água em uma sala que era usada para reuniões. Danificou até o assoalho — afirmou o ministro ao GLOBO. — Parece que não faziam manutenção.

Segundo Costa, as reformas vão começar imediatamente e só depois Lula e Janja vão se mudar. Até lá, continuarão no hotel em que já estavam hospedados durante o período da transição.

Antes da visita de Lula e Janja na terça-feira, o Palácio da Alvorada passou por uma varredura do esquadrão antibombas da Polícia Federal. O mesmo foi feito no Palácio do Planalto, sede do Executivo, de onde o presidente despachou pela primeira vez nesta quarta-feira desde que tomou posse.