Ministro ucraniano e uma criança morrem na queda de helicóptero na região de Kiev

O ministro do Interior da Ucrânia Denys Monastyrskyy é uma das 14 vítimas mortais da queda de um helicóptero em Brovary, região de Kiev, esta quarta-feira, perto de um infantário.

De acordo com a última atualização pela polícia ucraniana, entre os 14 mortos há uma criança. O ministro adjunto do Interior, Yevhen Yenin, e o respetivo secretário de Estado, Yuriy Lubkovich, também seguiam a bordo do helicóptero dos serviços de Emergência do Estado e não sobreviveram.

O acidente provocou ainda 25 feridos, entre eles 11 crianças, noticiou a agência ucraniana Interfax.

O primeiro-ministro Denys Shmyhal anunciou a abertura de uma investigação, pedida pelo Presidente Volodymyr Zelnskyy, para apurar as causas do acidente.

Uma equipa especial foi mobilizada, no âmbito da Comissão Estatal de Segurança Tecnogénica, Ambiental e de Situações de Emergência, para assumir a investigação em Brovary.

Volodymyr Zelenskyy descreveu o acidente como uma "terrível tragédia". "O nosso pesar não pode ser expresso em palavras", lamentou o chefe de Estado, lembrando que a aeronave se despenhou num local onde há vários infantários.

Já o procurador-geral da Ucrânia, Andriy Kostin, garantiu todas as opções estão em aberto em relação às causas da tragédia e sublinhou a averiguação em curso.

A primeira dama da Ucrânia, Olena Zelenska, foi informada em Davos, onde decorre o Fórum Económico Mundial, e não evitou uma expressão de choque. Ao lado da esposa de Volodymyr Zelenskyy estava a primeira vice primeira-ministra Yulia Svyrydenko.

AP Photo/Markus Schreiber
Olena Zelenskaem Davos, esta quarta-feira de manhã - AP Photo/Markus Schreiber

A líder da oposição da Bielorrússia, Sviatlana Tsikhanouskaya, que também passou por Davos, reagiu pelo Twitter ao acidente e expressou "as mais profundas condolências ao governo e ao povo da Ucrânia".

"O meu coração está com as vítimas e as respetivas famílias. Estamos de luto convosco depois desta terrível tragédia", escreveu ainda Tsikhanouskaya.

As equipas de emergência continuam a trabalhar no local do acidente. A investigação, que está em curso, servirá para apurar as causas da queda do helicóptero.