Ministro de Minas e Energia pede ajuda do setor elétrico para assegurar suprimento energético e 'justeza tarifária'

Em sua primeira participação pública no Rio de Janeiro como Ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida, pediu a atuação de todos os agentes do setor elétrico para garantir o suprimento energético e “justeza tarifária”.

Ele participou, de forma on-line, da abertura do Encontro Nacional de Agentes do Setor Elétrico (Enase), que ocorre hoje no Centro do Rio de Janeiro.

Combustíveis: Pacheco diz que vai analisar PECs e não promete votação na segunda-feira

Teto de gastos: Após Lula prometer revogação, Bolsonaro admite mexer 'uma coisa ou outra' em 2º mandato

Mataripe: Primeira refinaria privatizada da Petrobras, trava disputa com estatal, que chegou ao Cade

- Não será possível sem a participação e atuação conjunta de todos os agentes do setor elétrico para proteção e na busca de soluções para superarmos desafios da evolução do setor no país, sempre no intuito de garantir o suprimento energético ao brasileiro com qualidade e justeza tarifária.

Ele destacou ainda que o governo trabalha em parceria com o Congresso Nacional para permitir a “preservação da segurança energética”, além da estabilidade regulatória, jurídica e transparência:

- Na modernização do setor elétrico, o Governo Federal, o ministério de Minas e Energia, órgãos e agentes do setor e o permanente apoio do Congresso Nacional vem trabalhando em diversas frentes para alavancar o desenvolvimento, seguindo premissas, como a preservação da segurança energética, estabilidade regulatória e jurídica, transparência e priorização da racionalidade económica.

Em uma breve mensagem aos participantes, o ministro não falou sobre os combustíveis e a Petrobras. Ao mencionar a transição energética e a posição do Brasil “como referência mundial”, ele destacou a perspectiva de avanço do mercado de energia livre no Brasil.

- Olhando para o horizonte até 2026, mais de 70% da expansão da geração se dará em um ambiente de contratação livre, resultado das políticas públicas do governo e da confiança do setor privado, o qual tem investido fortemente na criação desse mercado com base na liberdade de escolha e no empoderamento do consumidor de energia elétrica.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos