Ministro russo morre durante treinamento no Ártico

·1 minuto de leitura
Ministro russo de Emergências, Yevgeny Zinichev, observa de dentro de helicóptero áreas de incêndios florestais na região de Chelyabinsk

Por Anton Kolodyazhnyy e Gabrielle Tétrault-Farber

MOSCOU (Reuters) - O ministro russo de Emergências, Yevgeny Zinichev, morreu durante um treinamento no Ártico nesta quarta-feira, comunicou o ministério, segundo relatou a agência de notícias RIA.

Zinichev, que tinha 55 anos e comandava o destacado Ministério de Emergências desde 2018, morreu tentando salvar a vida de outra pessoa, disse a RIA, sem dar maiores detalhes.

"Zinichev morreu tragicamente enquanto desempenhava suas tarefas oficiais durante exercícios interdepartamentais para evitar situações de crise no Ártico, salvando a vida de alguém", disse o ministério, segundo a agência.

Margarita Simonyan, editora-chefe do canal de televisão russo RT, disse que Zinichev estava em um parapeito com um operador câmera que escorregou e caiu na água.

"Havia um bom número de testemunhas, ninguém nem teve tempo de pensar no que aconteceu quando Zinichev se atirou na água pela pessoa caída e se chocou com uma rocha protuberante", tuitou ela, acrescentando que o câmera também morreu.

Zinichev estava no Ártico para supervisionar manobras de larga escala e visitou o canteiro de obras de uma nova estação de bombeiros em Norilsk, além da equipe de busca e resgate da área, havia dito o ministério em um comunicado mais cedo nesta quarta-feira.

Antes de se tornar ministro, Zinichev teve uma série de empregos, entre eles o de vice-diretor do Serviço Federal de Segurança e o de governador interino de Kaliningrado por um período curto.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos