Ministro do STJ aparece sem calças em sessão por videoconferência

Fernanda Alves
·1 minuto de leitura
O ministro Nefi Cordeiro, durante sessão no plenário do STJ
O ministro Nefi Cordeiro, durante sessão no plenário do STJ

O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Néfi Cordeiro apareceu sem calça durante sessão de julgamentos da 6ª Turma por videoconferência, na última terça-feira.

No vídeo, que está viralizado no Twitter, é possível ver que as pernas do magistrado quando ele se levanta da mesa de trabalho. Na parte superior o ministro está vestindo terno, grava e a tradicional toga.

O vídeo da sessão disponível no Youtube foi editado e não contém mais o momento em que o ministro se levanta, mas é possível identificar, pela minutagem da transmissão que a foram retirados 15 segundos da gravação.

O gabinete do ministro informou que que tem ciência de que o vídeo está circulando nas redes sociais, no entanto, não irá se manifestar a respeito.

Por conta da pandemia de coronavírus, sessões judiciais pelo país inteiro têm sido realizadas de forma remota, através de aplicativos de videoconferência. A nova tecnologia tem gerado diversas gafes.

O desembargador Carmo Antônio de Souza, do Tribunal de Justiça do Amapá (TJ-AP) apareceu sem camisa em reunião com outros colegas do órgão no Zoom, por não saber que a gravação já tinha começado. Quando percebe a situação, ele sai do vídeo e retorna vestido.

Na Paraíba, o procurador Ministério Público da Paraíba (MPPB) José Raimundo foi flagrado cochilando por cerca de três minutos durante a 7ª sessão de julgamento realizada pela 4ª Câmara do Tribunal de Justiça (TJPB).

Até mesmo no Supremo Tribunal Federal aconteceram situações inusitadas. O ministro Gilmar Mendes falou um palavrão ao final de uma reunião virtual. Ele depois pediu desculpas em sua conta no Twitter.