Ministros das Relações Exteriores do G7 pedem que China resolva questão de Taiwan pacificamente

Presidente da Câmara dos Deputados dos EUA, Nancy Pelosi, deixa Taiwan

BERLIM (Reuters) - Os ministros das Relações Exteriores do G7 pediram à China nesta quarta-feira que resolva a tensão em torno do Estreito de Taiwan de maneira pacífica.

Os comentários vêm depois que a China demonstrou sua indignação com a visita a Taiwan da presidente da Câmara dos Deputados dos Estados Unidos, Nancy Pelosi, com um aumento da atividade militar nas águas do entorno.

"Não há justificativa para usar uma visita como pretexto para atividade militar agressiva no Estreito de Taiwan. É normal e rotineiro que parlamentares de nossos países viajem internacionalmente", disseram os ministros das Relações Exteriores do G7 em comunicado divulgado na Alemanha.

Eles acrescentaram que a escalada na resposta da China corre o risco de aumentar as tensões e desestabilizar a região.

(Reportagem de Maria Sheahan)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos