Ministros visitam Araraquara para verificar danos causados pela chuva

Logo Agência Brasil
Logo Agência Brasil

Os ministros das Cidades, Jader Filho, e da Integração Nacional e Desenvolvimento Regional, Waldez Góes, estão em Araraquara, no interior de São Paulo, inspecionando áreas afetadas por recentes temporais.

Atingida por fortes chuvas na última semana de 2022, a cidade aguarda a liberação de recursos federais e estaduais para dar início às obras mais complexas de recuperação da infraestrutura danificada pela força das águas.

Notícias relacionadas:

Ainda que as chuvas mais fortes tenham ocorrido durante a semana passada, Araraquara continua em estado alerta. Até o fim da tarde de ontem, ao menos nove pontos da cidade estavam total ou parcialmente interditados.

Segundo a Defesa Civil estadual, no último dia 28, choveu, em apenas seis horas, o equivalente a 200 mm. Para efeito comparativo, a Defesa Civil prevê que, entre esta terça (3) e a próxima sexta-feira (6), chova o equivalente a 180 mm, o suficiente para a prefeitura manter o estado de alerta.

Além de muitos estragos, o temporal da noite de 28 de dezembro causou ao menos cinco mortes e o desaparecimento de uma criança de dez anos. As vítimas pertencem a uma mesma família e estavam em um veículo arrastado pelas águas de um córrego que transbordou. As buscas à menina Gabriela Santos Leite entraram hoje no oitavo dia.

Acompanhados pelo secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil, Wolnei Wokff, Jader Filho e Góes deixaram Brasília no início da tarde de hoje (5). Segundo Góes, por decisão do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva.

Ministros da Integração, Waldez Goes, e do Desenvolvimento Regional, Jader Filho, vão para Araraquara após fortes chuvas na região
Ministros da Integração, Waldez Goes, e do Desenvolvimento Regional, Jader Filho, vão para Araraquara após fortes chuvas na região
Ministros da Integração, Waldez Goes, e do Desenvolvimento Regional, Jader Filho, vão para Araraquara - Defesa Civil Nacional/Divulgação

“A pedido do presidente Lula, estou indo nesse momento para Araraquara, juntamente com o ministro das Cidades, Jader Filho, para acompanhar os trabalhos das equipes e prestar apoio ao município que vem sendo castigado pelas fortes chuvas na região, causando danos à infraestrutura e acidentes que, infelizmente, causaram a perda de vidas”, anunciou Góes em sua conta pessoal no Twitter.

O próprio presidente republicou a mensagem do ministro da Integração Nacional e Desenvolvimento Regional, acrescentando que o governo está acompanhando a situação das chuvas no interior de São Paulo “para levar o suporte federal, começando a recuperar a atuação da Defesa Civil e de outros órgãos”.

A Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil confirmou que a prefeitura de Araraquara já solicitou apoio federal para a execução de ações de atendimento à população e de reconstrução das áreas afetadas.

O prefeito Edinho (PT) classificou a situação do último dia 28 como “a maior tragédia natural” da história da cidade. O ex-ministro da Comunicação Social do governo Dilma Rousseff, Edinho se reuniu, ontem (4), com o atual secretário de Governo e Relações Institucionais de São Paulo, Gilberto Kassab, que também foi ministro de Dilma, entre 2014 e 2016. Edinho solicitou recursos estaduais para recuperar as vias da cidade danificadas pelas chuvas.

“São áreas em que nós entendemos que as obras precisam ser feitas em caráter emergencial. Pelo levantamento da Defesa Civil de Araraquara e da Defesa Civil estadual, temos nove áreas duramente atingidas pelas chuvas, mas há aquelas que são prioritárias onde a erosão se aproxima de residências”, comentou Edinho na ocasião, segundo nota divulgada pela prefeitura.