Miss Iraque causa polêmica após publicar foto com miss Israel

Perfil do Instagram da miss Iraque Sarah Idan (dir.), em selfie com a miss Israel Adar Gandelsman

"Paz e amor" - diz em inglês a selfie da miss Iraque Sarah Idan com a miss Israel Adar Gandelsman, mas que, desde que foi postada on-line, causou uma tempestade.

A imagem recebeu mais de 3.600 curtidas em uma semana, mas também motivou uma enxurrada de comentários - positivos e negativos.

Diante das demonstrações de indignação, Sarah, de 27 anos, originária de um país que não reconhece o Estado hebreu e continua tecnicamente em guerra com ele, publicou uma explicação em árabe.

No texto, ela afirma que Adar Gandelsman lhe disse "esperar que um dia haja paz entre as duas religiões [judia e muçulmana] e que seus filhos não sejam obrigados a prestar o serviço militar". Em Israel, ele é obrigatório para homens e mulheres.

"Me pediu que tirássemos uma foto, e aceitei, dizendo que eu também espero que haja paz e que eu queria ajudar, divulgando a mensagem", acrescentou.

"Esta foto não significa que apoie o governo israelense, ou sua política com os países árabes. Peço perdão a todos que viram nela um insulto à causa palestina".

"Sua paz com Israel, que incendiou o mundo árabe por interesse próprio, não nos honra", comentou Isra al Yabri.

Já Sama al Meshhadani aplaudiu a declaração da miss Iraque. "Talvez ela consiga melhorar nossas relações com Israel para que sejamos amigos, quem sabe", desejou esse internauta.

Sarah Idan nasceu em Bagdá e é muçulmana. Desde 2008, trabalhou com o Exército americano, que havia invadido o Iraque em 2003, e afirma que também serviu nas Forças Armadas iraquianas.

Adar, de 19, também publicou no Instagram uma foto com sua concorrente: "Esta é a miss Iraque e é genial".