Modelo brasileiro de 27 anos é encontrado morto, e companheiro é investigado, na Itália

O modelo brasileiro Gabriel Luiz Dias da Silva foi encontrado morto, com um saco na cabeça, em um apartamento na província de Padova, na Itália, nesta quinta-feira. Um italiano de 71 anos, com quem o jovem de 27 teria um relacionamento, é o principal suspeito, segundo a polícia do país.

Tortura, estupros, rostos desfigurados: suposto serial killer teria atacado pelo menos dez garotas de programa, diz polícia de Goiás

Suzane von Richtofen e Guilherme de Pádua: saiba motivo de eles saírem da prisão antes do fim das sentenças

Foi o homem, identificado com Gianclaudio DB, que pediu socorro nas primeiras horas desta quinta-feira. O brasileiro estava com a cabeça em um saco plástico, e seu corpo não tinha sinais de violência.

O empresário, que disse conhecer o jovem desde meados de 2019, relatou aos policiais como teriam sido as últimas horas de vida de Gabriel Luiz. Na noite de terça-feira, segundo contou, ele e o brasileiro teriam organizado uma festa no apartamento.

Na dia seguinte, após o café da manhã, Gabriel teria "passado mal, tomado remédios e voltado para a cama", segundo relatou o italiano à polícia.

Segundo Gianclaudio, esse teria sido o último momento em que viu Gabriel com vida. Apenas no final da noite de quarta-feira, entrou no quarto em que estava o corpo do brasileiro para desligar o aquecedor. Ele foi dormir em um sofá, e, só no dia seguinte, se deu conta de que o jovem havia morrido.

O brasileiro, que também trabalhava como instrutor fitness, havia se tornado uma presença frequente no apartamento de Gianclaudio. Segundo o jornal Corriere della Sera, ele se mudara recentemente tinha as chaves do imóvel.

— Algumas vezes nos últimos meses, eu os ouvi discutindo à noite — relatou um morador ao veículo italiano.

O caso ainda é investigado pela polícia. Exames toxicológicos e perícias técnicas serão feitas para ajudar a determinar exatamente o que ocorreu.