Modelo trans que foi brutalmente agredida, Alice Felis celebra trabalhos e fala em recomeço: 'Acreditei na de renascer'

·1 minuto de leitura

Após passar por cirurgias para reconstrução da face e cirurgia reparadora, a modelo trans Alice Felis retomou o trabalho como modelo. Isso depois de ter sido brutalmente agredida no ano passado, no Rio, num caso que ganhou bastante repercussão. Ela ainda lembra dos difíceis momentos que passou, mas acrescentou que se esforçou para retomar sua vida.

"A grande virada da minha vida foi quando o meu posicionamento como vítima de um ataque transfóbico se transformou em força para retomada da minha vida e da minha auto estima. Saí do lugar de sofrimento para o lugar de atitude e retomei meu caminho e trabalho", contou ela.

De lá para cá, já estrelou algumas campanhas e mantém contato direto com os fãs através das redes sociais. Alice conta que o seu principal objetivo e mostrar para as pessoas, especialmente aquelas que sofreram algum tipo de violência, que é possível recomeçar.

"Quero ser espelho para quem sofre qualquer tipo de violência e mostrar que é possível recomeçar e dar certo novamente. Eu acreditei na minha força de renascer de um fato trágico para uma vida nova ainda mais forte", conclui a modelo.