Moderna fornecerá vacina contra Covid-19 a Taiwan e Colômbia

·1 minuto de leitura
Frascos rotulados como de vacinas contra Covid-19 em frente ao logo da Moderna em foto de ilustração

(Reuters) - A Moderna fornecerá sua vacina contra Covid-19 aos governos de Taiwan e da Colômbia, disse a farmacêutica norte-americana --cinco milhões e dez milhões de doses, respectivamente.

A vacina contra Covid-19 da Moderna ainda não recebeu autorização de uso em nenhum destes países, e o comunicado da empresa disse que ela trabalhará com agências reguladoras para solicitar as aprovações necessárias antes da distribuição.

Espera-se que as entregas comecem em meados de 2021, acrescentou a empresa.

No final de dezembro, Taiwan disse ter acertado a compra de quase 20 milhões de doses de vacinas contra Covid-19, sendo 10 milhões da farmacêutica britânica AstraZeneca, e o resto do programa global de vacinas Covax e de uma companhia não identificada.

Taiwan não anunciou o acordo com a Moderna e mantém os detalhes de seus planos de vacinação praticamente em segredo, citando a confidencialidade comercial.

O ministro da Saúde de Taiwan, Chen Shih-chung, disse aos repórteres que as vacinas, que precisarão ser administradas em duas doses com 28 dias de intervalo, devem começar a chegar perto de maio ou junho e que um acordo de 5,05 milhões de doses foi assinado.

Nesta semana, o governo taiwanês disse que também receberá 200 mil doses da vacina da AstraZeneca por meio do Covax e que a vacinação pode começar no mês que vem.

(Por Kanishka Singh em Bengaluru; reportagem adicional de Ben Blanchard em Taipé)

((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447759)) REUTERS ES