Moeda social Araribóia já movimentou equivalente a R$ 52 milhões em Niterói

Com seis meses de circulação em Niterói, a moeda social Araribóia atingiu a marca de 700 mil transações, que convertidas em reais somam R$ 52 milhões. Ao todo, 31 mil famílias recebem atualmente o benefício do programa de transferência de renda permanente da prefeitura.

Meio ambiente: Canal que liga Lagoa de Itaipu ao mar fica completamente fechado

Diversidade: Após ataques homofóbicos, Diego Moura vai fazer exposição no MAC

Além das famílias, mais de 4.100 estabelecimentos estão cadastrados na cidade e realizam transações em Araribóia. O programa beneficia famílias que estão cadastradas no CadÚnico e que fazem parte do recorte de renda que as classifica como em situação de vulnerabilidade ou extrema vulnerabilidade. Considerada um desafogo para a população mais vulnerável que recebe o benefício, a moeda social também estimula o comércio local e os prestadores de serviços das áreas mais populares.

Moradora de Itaipu, Kátia Pereira de Carvalho estava desempregada quando começou a receber a moeda Araribóia em janeiro e investiu em um novo negócio. Ela começou a fazer quentinhas e vendê-las, com a ajuda do filho.

— Durante os três primeiros meses, guardei o saldo do cartão. Ficou apertado, mas eu via como um investimento. Foi um esforço que fiz para juntar dinheiro e conseguir acumular um bom valor. Quando entrou o terceiro crédito, fui para o comércio e comprei tudo de que precisava para começar um negócio em casa. Comprei arroz, feijão, macarrão, carnes variadas e vasilhas para fazer quentinhas. Estou há dois meses fornecendo comida, de domingo a domingo, e já consigo perceber um retorno, mesmo sem ter parado para contabilizar — conta.

Kátia diz que o investimento é focado no verão, quando ela acredita que as vendas serão maiores e poderá aumentar a clientela:

— Por enquanto estou investindo. Com o dinheiro que recebo das vendas, reponho material e ajudo meu filho, que faz as entregas para mim. Moramos perto da praia, e acredito que o verão será um bom momento para expandir o negócio — afirma.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos