SP: monotrilho fica parcialmente parado após deslocamento de concreto

Logo Agência Brasil
Logo Agência Brasil

A Linha 15 – Prata do metrô, monotrilho em via elevada que liga a zona sul à zona leste da capital paulista, está paralisada entre as estações Camilo Haddad e Vila Prudente. O restante da linha funciona com velocidade reduzida e apenas por uma das vias.

Segundo o Metrô, na manhã de hoje (11) foi identificado um deslocamento de concreto entre as estações Vila Prudente e Oratório. Além do conserto, as equipes de manutenção estão trabalhando para prevenir novos destacamentos de material.

Notícias relacionadas:

Foram disponibilizados 30 ônibus gratuitos para atender os passageiros entre as estações Vila Prudente e Vila União.

Em 2020, o monotrilho chegou a ficar três meses parado, depois de os pneus de um dos trens se romperem e caírem da via elevada na rua abaixo. Com o acidente, a fabricante canadense Bombardier recomendou o recolhimento da frota de 23 trens para inspeção.

Segundo o Metrô, o problema foi causado por uma falha nos dispositivos run flat, sistema que permite que as composições continuem se movimentando mesmo com os pneus murchos ou furados. A linha voltou a funcionar após a emissão de um laudo de segurança da Bombardier.