Moradores do Copan se mobilizam para ajudar população de rua

NANÁ DELUCA
***FOTO DE ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP, 17.10.2019 - Vista aérea do edifício Copan, no centro de São Paulo. Patrimônio de São Paulo, edifício está desde 2011 com uma tela para uma obra de troca de pastilhas; síndico tem até o fim do mês para apresentar empresa que fará o restauro. (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O projeto Fogão na Rua iniciou campanha de arrecadação para distribuir kits de alimentação e higiene pessoal para moradores de rua na região central de São Paulo. As doações serão recolhidas no edifício Copan até esta sexta-feira (1º).

A iniciativa existe desde 2016 e passou a incluir nesse último mês produtos necessários para a prevenção do coronavírus. Antes mensais, as ações passaram a ocorrer quinzenalmente dada a urgência do momento.

Além de refeições completas e alimentos de reforço, como biscoitos e bolos, o kit inclui itens de higiene pessoal, como álcool em gel e garrafas pets com mistura especial de água e sabão, básicos para a prevenção do vírus.

Os voluntários também produziram um panfleto de conscientização para ser distribuído junto com os itens doados, explicando quais são os cuidados necessários durante a pandemia. Cada kit completo custa R$ 15.

As doações podem ser deixadas diretamente nas portarias dos cinco blocos do Copan. É possível também contribuir financeiramente acessando o site da campanha: https://abacashi.com/p/fogao-na-rua

De acordo com o último censo municipal, cerca de 24 mil pessoas em São Paulo são moradoras de rua, particularmente vulneráveis à pandemia, tanto pela dificuldade de acesso a produtos básicos de higiene quanto por suas consequências econômicas.

Também visando assistir essa parcela da população, moradores do Copan e empresários com empreendimentos no edifício lançaram a iniciativa Copan Solidário.

Com apoio da administração do prédio, o espaço de arte Pivô e a livraria Megafauna (ambos instaladas no edifício) estão recolhendo doações dos cerca de 5 mil moradores do Copan, foco inicial da ação. O espaço artístico e a livraria atuam em parceria com a editora Ubu e a organização Doe Máscaras.

"O amplo espaço do Pivô, localizado ao lado do bloco B e com acesso fácil à rua interna do prédio, é um lugar seguro e conveniente para receber as doações", afirma Paula Signorelli, diretora da galeria.

No próximo sábado (2), voluntários da iniciativa Copan Solidário estarão na galeria Pivô para receber doações de não-moradores.

Os alimentos e produtos arrecadados pelo projeto serão também distribuídos pela Fogão na Rua. A entrega dos kits está prevista para 5 de maio.