Moradores criam calendário de nudez para salvar vilarejo espanhol

A população de Peña Zafra de Abajo, um vilarejo do Sul da Espanha, viu parte de sua população sair da cidade em busca de empregos e novas oportunidades. Mas os que ficaram apelaram para uma estratégia inusitada para salvar o vilarejo: a criação de um calendário de nudez com os próprios moradores da região.

O resultado está à venda desde outubro e custa € 9 (cerca de R$50). O calendário de 2023 capta artisticamente os residentes em paisagens e cenas tradicionais do local.

A ideia veio da líder da associação de moradores, Lucía Nicolás. Em entrevista ao jornal britânico The Guardian, ela contou que, apesar da estranheza da maioria, esse foi o jeito que encontrou de pôr o vilarejo de volta no mapa.

— Quando sugeri a ideia de um calendário de nus, as pessoas disseram: "Você está maluca?". Mas eu vi isso como uma forma de nos colocar no mapa e mostrar nossa aldeia de 16 moradores — contou Lucía ao Guardian.

Segundo o veículo britânico, apesar do susto inicial, aos poucos a ideia ganhou força. Em setembro, já contava com moradores suficientes para realizar um ensaio fotográfico de três dias. A própria Lucía participou. Um dos destaques é o morador mais velho do vilarejo, Pedro Sánchez, de 100 anos, que foi o primeiro a aceitar participar do ensaio e estampa o mês de dezembro.

A ideia fez sucesso além dos limites da Espanha. Após o lançamento, em outubro, a demanda vem até de gente do México. Até agora, os moradores já venderam 400 calendários, o dobro do que esperavam.

— Primeiro encomendamos 200 e pensamos que acabaríamos distribuindo os extras, mas eles foram disputados — relatou Lúcia ao The Guardian.

Para os poucos habitantes de Peña Zafra de Abajo, o sucesso do calendário significa o renascimento do vilarejo. Apesar de 2023 ainda não ter chegado, os moradores já planejam repetir a fórmula. O calendário de 2024 também já está sendo planejado, com ideias que vão de presépios a profissões rurais que deixaram de existir.

— Quem não participou acabou se arrependendo. Já temos uma lista de pessoas inscritas para o próximo ano — finalizou.