Moradores criam movimento pela conclusão da construção da Estação do Metrô da Gávea

·1 minuto de leitura

Associações de moradores e entidades da construção civil se unem, mais uma vez, para tentar colocar nos trilhos a obra da estação de metrô da Gávea, para finalizar o projeto parado desde 2015. O grupo, que conta com a Concessionária Rio Barra (CRB), lançou o movimento ‘Anda, Metrô Gávea’, como publicado pelo colunista Ancelmo Gois. A estação é a única inacabada na Linha 4.

A iniciativa conta com uma plataforma on-line com depoimentos de diferentes setores, como associações de moradores e de comerciantes, para pressionar o Governo do Estado a concluir a obra. No caminho para uma solução, o projeto tem encontrado obstáculos no caminho. Desde 2018 a futura estação está submersa em 36 milhões de litros de água.

O cronograma de intervenções para estabilizar o local, apresentado em 2020 ao Tribunal de Contas do Estado (TCE), segue atrasado, o que leva a retomada direto para 2022. Enquanto isso, o estado arca com cerca de R$ 1 milhão por mês para manter o “tatuzão” — equipamento de escavação — parado.

O movimento ainda busca reunir assinaturas num abaixo-assinado pedindo pelo reinício imediato e a entrega do projeto. No início de abril, a Riotrilhos marcou para 22 de junho uma licitação para realizar os estudos técnicos que detalharão sobre a estabilização da estação. O prazo para conclusão dos estudos é de 180 dias — o que leva a retomada diretamente para o fim do ano.

Em meio ao canteiro de obras, há ainda denúncias de superfaturamento do projeto para a estação, a partir de contratos públicos fechados na gestão do ex-governador Sérgio Cabral, preso em decorrência de um desdobramento da Lava-Jato no Rio. Segundo a denúncia do Ministério Público, há indícios de que a obra teria custado R$ 3 bilhões a mais.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos