Moradores relatam tiros em Manguinhos, e Polícia Militar diz que agentes da UPP foram atacados

·1 minuto de leitura

A manhã desta quinta-feira começou com tiros em Manguinhos, na Zona Norte do Rio. Moradores relataram através das redes sociais ouvirem disparos desde as 6h30. Motoristas que passavam pela Rua Leopoldo Bulhões voltaram na contra mão para fugir dos disparos. A Polícia Militar informou, por meio de nota, que PMs das Unidades de Polícia Pacificadora (UPP) Manguinhos e Arará/Mandela estavam em patrulhamento na região quando foram atacados. Os agentes então reagiram.

As plataformas Fogo Cruzado e Onde Tem Tiroteio também publicaram sobre os disparos no entorno da comunidade. Já moradores usaram as redes sociais para alertar sobre a situação no local. Uma internauta escreveu:

"Atenção em Manguinhos a galera que está indo trabalhar e passa por lá, o negócio tá doido. Passei por lá, e os carro tudo voltando o motorista de ônibus voltou logo e fez outro caminho." (sic)

Pouco antes das 7h uma outra pessoa também falou sobre os disparos:

"Rapaziada que tá indo trabalhar que passa por manguinhos toma cuidado pq tá tendo troca de tiros", escreveu no Twitter.

De acordo com a Polícia Militar, até as 8h50, não houveram ocorrências de prisão e apreensão ou relatos de feridos.

Na manhã de ontem, a circulação de trens da SuperVia teve que ser interrompida devido a um tiroteio também na comunidade. A operação teve que ser suspensa entre as estações Central do Brasil e Manguinhos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos