Moraes amplia ordem para desobstrução de vias públicas para todo país e manda aplicar multa de R$ 100 mil por hora

Ministro Alexandre de Moraes em Brasília

Por Ricardo Brito

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou nesta sexta-feira que as polícias Federal (PF), Rodoviária Federal (PRF) e militares dos Estados desobstruam imediatamente todas as vias públicas que estejam bloqueadas de forma ilegal e ordenou a aplicação de multa de 100 mil reais por hora aos donos dos veículos após serem identificados.

Na decisão, Moraes destacou ser necessário ampliar para todo o território nacional o desbloqueio das "vias e locais públicos que, ilicitamente, estejam com seu trânsito ou acesso interrompido" ante a persistência de atos antidemocráticos em todo o país após a proclamação do resultado das eleições pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O ministro do STF disse ter recebido informações de que em cidades do Acre e de Minas Gerais ainda estariam ocorrendo bloqueios de rodovias.

Desde a vitória do petista Luiz Inácio Lula da Silva sobre o presidente Jair Bolsonaro no dia 30 de outubro, caminhoneiros e bolsonaristas têm promovido bloqueios de rodovias no país.

As interrupções nas vias foram reduzidas em meio a apelos do próprio Bolsonaro e determinações do STF para reabrir as rodovias e aplicar multas.

O Supremo investiga se houve financiamento ilegal por parte de empresários e outras pessoas a esses tipos de bloqueios.