Moraes desbloqueia contas em redes sociais de quatro bolsonaristas, mas matém suspensos os perfis de Zambelli

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Alexandre de Moraes, determinou o desbloqueio de contas nas redes sociais dos deputados federais bolsonaristas Major Vitor Hugo (PL-GO) e Coronel Tadeu (PL-SP) e dos deputados eleitos Gustavo Gayer (PL-GO) e Nikolas Ferreira (PL-MG). As contas haviam sido suspensas pela veiculação de ataques ao sistema eleitoral.

Moraes atendeu a um pedido apresentado pelo presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), que defendeu a "relevância dessa forma de comunicação para o exercício pleno das atribuições do mandato parlamentar".

O presidente do TSE, entretanto, rejeitou a reativação dos perfis da deputada Carla Zambelli (PL-SP), apontando que ela publicou reiteradas mensagens com ataques à Justiça Eleitoral e às instituições democráticas.

Em sua decisão, Moraes fixou uma multa de R$ 20 mil caso os parlamentares voltem a publicar mensagens com ataques às instituições.