Moraes manda bolsonarista Zé Trovão para prisão domiciliar com tornozeleira

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Alexandre de Moraes
    Jurista, magistrado e ex-político brasileiro, Ministro do Supremo Tribunal Federal

BRASÍLIA - O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes mandou o líder bolsonarista Marcos Antônio Pereira Gomes, conhecido como Zé Trovão, para prisão domiciliar com tornozeleira eletrônica e restrição no uso de redes sociais.

A informação foi anunciada por seus advogados, Elias Mattar Assad e Thaise Mattar Assad. Segundo eles, a decisão de Moraes também o proibiu de manter contato com os demais investigados. Zé Trovão foi preso por ter sido um dos organizadores de uma manifestação antidemocrática no último dia 7 de setembro, que pedia a deposição dos ministros da Corte.

Após a ordem de prisão decretada por Moraes, ele ficou cerca de 50 dias foragido no México. Retornou ao Brasil no final de outubro para se entregar à Polícia Federal, tendo ficado preso por cerca de 50 dias desde então.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos