Moraes, do STF, manda PF tomar depoimento de Bolsonaro em 30 dias

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
***ARQUIVO***BRASILIA, DF,  06.10.2021 - O presidente Jair Bolsonaro, ao lado da primeira Dama Michelle Bolsonaro, participa de cerimônia de recepção aos atletas olímpicos e paralímpicos que participaram das olimpíadas no Japão, no Palácio no Planalto. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
***ARQUIVO***BRASILIA, DF, 06.10.2021 - O presidente Jair Bolsonaro, ao lado da primeira Dama Michelle Bolsonaro, participa de cerimônia de recepção aos atletas olímpicos e paralímpicos que participaram das olimpíadas no Japão, no Palácio no Planalto. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), determinou nesta quinta-feira (7) que a Polícia Federal tome o depoimento do presidente Jair Bolsonaro em até 30 dias. O interrogatório deverá ser presencial.

O chefe do Executivo poderá marcar dia e hora para prestar esclarecimentos à PF sobre a acusação de que interferiu na cúpula da corporação para proteger parentes e aliados, suspeita levantada pelo ex-ministro da Justiça Sergio Moro.

Moraes tomou a decisão um dia após a AGU (Advocacia-Geral da União) comunicar ao ministro que Bolsonaro, ao contrário do que vinha insistindo desde o ano passado, aceitou prestar o depoimento pessoalmente.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos