Moro é alvo de protesto em seminário virtual por mensagens da Lava Jato

FÁBIO ZANINI
·1 minuto de leitura
*ARQUIVO* BRASILIA, DF,  BRASIL,  24-04-2020 - O ministro da Justiça Sérgio Moro. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
*ARQUIVO* BRASILIA, DF, BRASIL, 24-04-2020 - O ministro da Justiça Sérgio Moro. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Durante participação em seminário virtual nesta terça-feira (9) sobre a Lava Jato, Sergio Moro foi alvo de uma protesto relacionado a mensagens trocadas com procuradores da operação a respeito de casos sob sua responsabilidade quando era juiz.

"Moro, explica as mensagens da #VazaJato", dizia mensagem exibida no webinário feito via aplicativo Zoom. Vaza Jato foi o apelido dado para o vazamento do conteúdo das conversas entre Moro e os procuradores por parte do The Intercept Brasil e divulgado pelo site e por outros órgãos de imprensa.

O seminário, organizado pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, tinha como tema as lições e o legado da Lava Jato, e contou com alunos da faculdade na audiência.

A autora da ação vive em São Paulo, trabalha com comunicação e entrou com o próprio nome na atividade.

Ela diz que recebeu o link de acesso ao seminário e passou a acompanhá-lo com a câmera desligada. Durante o evento, fez o cartaz, pediu para o namorado segurar, ligou a câmera e tirou um print da tela. Na sequência, retirou-se do seminário.

Ela diz que não quer se identificar por temer possíveis retaliações de Moro.

Procurado pela reportagem, o ex-ministro da Justiça não respondeu.