Moro faz desafio ao 'Intercept': 'Se houver algo autêntico, publiquem por gentileza'

REUTERS/Adriano Machado

O ministro da Justiça, Sergio Moro, comentou nesta terça (16), em sua conta no Twitter, os novos vazamentos de conversas atribuídas a ele e Deltan Dallagnol, chefe da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba.

Os novos vazamentos foram publicados pelo jornalista Reinaldo Azevedo, da Band News, em parceria com o site ‘The Intercept Brasil’, responsável por divulgar a maior parte das mensagens obtidas até o momento.

Leia também

O ministro afirmou ser um ‘grande defensor da liberdade de imprensa’, mas classificou como ‘ridícula’ a campanha que afirma estar em andamento contra a Lava Jato.

Ao fazer a classificação, deixou o ‘desafio’ à publicação: “Se houver algo autêntico, publiquem por gentileza”.

Na sequência de suas postagens, o ex-juiz publicou tabela com dados nacionais de segurança pública mostrando redução nos principais crimes em todo o País durante todo o semestre.

“Abaixo uma notícia de verdade”, ponderou Moro ao publicar a nota em questão.

  • Homem 'grita' durante o próprio funeral e arranca risos de familiares
    Notícias
    Yahoo Notícias

    Homem 'grita' durante o próprio funeral e arranca risos de familiares

    Ele gravou um áudio antes de morrer por uma doença grave

  • Pais vão enterrar recém-nascida morta e acham bebê enterrada viva na cova
    Notícias
    Yahoo Notícias

    Pais vão enterrar recém-nascida morta e acham bebê enterrada viva na cova

    A criança foi encontrada dentro de um vaso de cerâmica, viva, que estava enterrado no local onde a criança morta seria sepultada

  • Líder do PSL na Câmara provoca: Flávio e Queiroz devem 'preparar um cafezinho para receber a PF'
    Notícias
    Yahoo Notícias

    Líder do PSL na Câmara provoca: Flávio e Queiroz devem 'preparar um cafezinho para receber a PF'

    Delegado Waldir (PSL-GO) cobrou que PF realize investigações contra o senador Flavio Bolsonaro (PSL-RJ)

  • Adolescente desaparecida há 2 meses é encontrada em acampamento precário
    Notícias
    Yahoo Notícias

    Adolescente desaparecida há 2 meses é encontrada em acampamento precário

    Vizinho de 51 anos é suspeito de estupro e sequestro; ele fugiu do local

  • Mãe que submeteu filho a 13 cirurgias por falsa doença é condenada
    Notícias
    Yahoo Notícias

    Mãe que submeteu filho a 13 cirurgias por falsa doença é condenada

    Mãe afirmou, por 8 anos, que filho tinha câncer, problemas cardíacos e convulsões

  • Mulher morre depois de tomar choque em máquina de lavar no interior do Ceará
    Notícias
    Yahoo Notícias

    Mulher morre depois de tomar choque em máquina de lavar no interior do Ceará

    Fabiana estava na casa dos pais quando foi até o quintal colocar roupas na máquina de lavar quando recebeu uma descarga elétrica e não voltou para dentro da residência

  • Por celular, parentes falam com vítimas nos escombros de prédio que desabou
    Notícias
    Yahoo Notícias

    Por celular, parentes falam com vítimas nos escombros de prédio que desabou

    Algumas vítimas do prédio de 7 andares que desabou conseguiram manter contato com familiares, em Fortaleza

  • Aluna de 10 anos se recusa a fazer questão de matemática sobre peso de meninas
    Notícias
    Yahoo Notícias

    Aluna de 10 anos se recusa a fazer questão de matemática sobre peso de meninas

    Após o caso viralizar nos EUA, editora prometeu tirar a pergunta da próxima edição do livro

  • Cobra-rei é capturada em esgoto na Tailândia
    AFP

    Cobra-rei é capturada em esgoto na Tailândia

    Uma cobra-rei de quatro metros foi retirada de um esgoto no sul da Tailândia em uma operação que teve uma hora de duração. O réptil é a maior cobra venenosa do mundo.

  • Homem desiste de viagem trágica em cima da hora: 'tive um pressentimento esquisito'
    Notícias
    Yahoo Notícias

    Homem desiste de viagem trágica em cima da hora: 'tive um pressentimento esquisito'

    Acidente de ônibus matou o filho, um irmão e o neto de Luiz Cavalheiro, dono do veículo, que desistiu de ir a um culto

  • Vídeo mostra momento exato em que prédio desabou em Fortaleza; assista
    Notícias
    Yahoo Notícias

    Vídeo mostra momento exato em que prédio desabou em Fortaleza; assista

    Imagens foram captadas por circuito de segurança de uma vizinhança

  • Para se vingar da ex, jovem esfaqueia ex-sogra e criança
    Notícias
    Yahoo Notícias

    Para se vingar da ex, jovem esfaqueia ex-sogra e criança

    Antes dos crimes, ele mandou ameaças nas redes sociais: 'Você virou minha propriedade'

  • Notícias
    Agência Brasil

    Equador: comissão trabalha com nova proposta para restaurar a paz

    Depois de 12 dias de manifestações, o governo equatoriano e o setor indígena chegaram a um acordo para revogar o Decreto 883, que eliminava os subsídios aos combustíveis, motivo dos protestos. Uma comissão criada pelo governo vai elaborar um novo decreto e será integrada por representantes dos movimentos indígenas e o governo, com mediação da Organização das Nações Unidas (ONU) e da Conferência Episcopal Equatoriana.Com o acordo, as manifestações devem chegar ao fim, com o compromisso de que se restabeleça a paz no país. No início das negociações, no Centro de Espiritualidade São Patrício, nos arredores de Quito, o presidente do Equador, Lenín Moreno, propôs a criação da comissão para elaborar um novo decreto em substituição ao 883.Ele afirmou que sempre foi um homem de princípios. "Jamais faltei com a palavra. Se o subsídio à gasolina está sendo destinado a pessoas que traficam e enriquecem, me oponho a que isso passe".Moreno apelou aos líderes indígenas para que não façam o jogo dos que destruíram o país. "Não façamos o jogo dos que nos trataram como corruptos, que lhes tiraram as casas, a educação intercultural e as escolas bilingues, que devolvi".Ele responsabilizou grupos identificados com o "correísmo” pelos atos de vandalismo. “O sistema usado é o das Farc, a guerrilha. Nada disso é por acaso. Há dinheiro do narcotráfico. Não é possível que nossa intenção não tenha sido bem interpretada”.

  • Notícias
    Agência Brasil

    Festa literária das periferias do Rio dará destaque para o feminismo

    Cinco dias para respirar poesia falada, literatura, debate, reflexão e performance. No centro dos holofotes, artistas mulheres negras. A Festa Literária das Periferias (Flup), que começa amanhã  (16) e vai até o próximo domingo (20) no Rio de Janeiro, conta, neste ano, a história daquelas que precisam resistir ainda mais para mostrar sua arte.Realizada pela primeira vez no Museu de Arte do Rio (MAR), na região portuária da cidade, localidade também conhecida como Pequena África, a Flup tem como temática central neste ano o feminismo negro e a poesia falada.A programação inclui mesas de debates sobre o papel do negro nas artes, a literatura como mobilidade social, as mulheres negras no universo do rap, a diversidade do Continente Africano, o avanço do feminismo negro no Brasil, o ativismo negro, o sexismo, a homofobia, os impactos dos conflitos socioambientais na população negra, entre outros temas.Entre as convidadas, a nigeriana-americana Funmilola Fagbamila, uma das criadoras do movimento Black Lives Matter, a jornalista francesa Audrey Pulvar, uma das principais referências atuais sobre conflitos socio ambientais, a socióloga e professora americana Patricia Hil Collins e a rapper também americana Akua Naru, além das brasileiras Conceição Evaristo, Flávia Oliveira, Ana Paula Lisboa, Cidinha da Silva, Preta Rara e muitas outras e outros.“Não existe nada mais relevante no Brasil do que o feminismo negro. Vale lembrar que estou falando da cidade que matou Marielle Franco [vereadora negra carioca assassinada em 2018]. Num momento como esse ter mulheres negras protagonizando um festival literário. Acho de uma importância fundamental”, explica um dos fundadores da Flup, Julio Ludemir.O evento homenageia neste ano o poeta pernambucano Solano Trindade, responsável pelo 1º Congresso Afro-Brasileiro, realizado em 1934, no Recife, e criador da Frente Negra Pernambucana e do Centro Cultural Afro-Brasileiro.Entre as atividades de homenagem, familiares de Solano vão declamar poesias do artista, assim como estudantes do Colégio Pedro II da Unidade Engenho de Dentro. A programação inclui ainda, na noite de sábado (19), a entrega do prêmio Carolina Maria de Jesus às escritoras mineiras Ana Maria Gonçalves e Conceição Evaristo. A premiação reconhece o papel de pessoas que transformaram ou tiveram a vida transformada pela literatura.Uma das marcas da Flup, a batalha mundial de poesia falada, o Rio Poetry Slam, que está na 6ª edição, neste ano contará apenas com participantes mulheres negras, tanto nas batalhas nacionais quanto nas internacionais, com competidoras de 14 países. Durante os cinco dias de encontro, as batalhas de poesia falada acontecem das 14h às 22h. A grande final será no domingo (20), às 20h.A festa Literária das Periferias foi realizada pela primeira vez em 2011 e já recebeu 700 autores nacionais internacionais. Em edições anteriores, a festa foi realizada em comunidades como em comunidades como o Morro dos Prazeres, Vigário Geral, Mangueira, Babilônia e Vidigal. A programação completa, totalmente gratuita, pode ser conferida pelo site.

  • Irã anuncia detenção de opositor 'dirigido' pela inteligência francesa
    Notícias
    AFP

    Irã anuncia detenção de opositor 'dirigido' pela inteligência francesa

    A Guarda Revolucionária do Irã anunciou nesta segunda-feira a detenção de um opositor que morava no exílio e que receberia instruções do serviço de espionagem francês.

  • Alexandre Frota volta a atacar governo: 'Pabllo Vitar seria melhor ministra que Damares'
    Notícias
    Yahoo Notícias

    Alexandre Frota volta a atacar governo: 'Pabllo Vitar seria melhor ministra que Damares'

    Deputado usou sua conta oficial no Twitter para atacar Damares Alves, ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos. Para isso, citou insatisfação da cantora Pabllo Vittar

  • Famílias turcas fogem dos combates na fronteira síria
    Notícias
    AFP

    Famílias turcas fogem dos combates na fronteira síria

    O dia começou como qualquer outro para Ayse, moradora de Ceylanpinar, cidade turca na fronteira com a Síria: as crianças brincavam do lado de fora, enquanto ela fazia pão em casa. Até que o lançamento da ofensiva turca acabou abruptamente com sua tranquilidade.

  • Prédio residencial de 7 andares desaba em Fortaleza; vítimas são procuradas
    Notícias
    Folhapress

    Prédio residencial de 7 andares desaba em Fortaleza; vítimas são procuradas

    SÃO PAULO, SP, E FORTALEZA, CE (FOLHAPRESS) - Um prédio residencial desabou, na manhã desta terça-feira (15), em Fortaleza. Ainda não há confirmação de mortos e feridos. O edifício, de sete andares, está localizado entre as ruas Tibúrcio Cavalcanti e Tomás Acioli, no bairro Dionísio Torres, zona nobre da capital cearense. De acordo com o Corpo de Bombeiros, de 10 a 15 pessoas podem estar sob os escombros. Vizinhos também relataram que viram algumas pessoas deixando o local correndo após o ocorrido. A estrutura desabou por volta das 10h30. Um estabelecimento comercial ao lado foi atingido pelos escombros, além de carros e um caminhão que estavam na rua -um homem que ficou preso no mercadinho atingido foi resgatado e encaminhado a um hospital. Helicópteros foram levados à região para deslocamento mais rápido de feridos, assim como ambulâncias do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). Ainda não há informação do que pode ter causado a queda do prédio.

  • Campanha eleitoral no Afeganistão termina com 85 civis mortos
    Notícias
    AFP

    Campanha eleitoral no Afeganistão termina com 85 civis mortos

    Mais de 450 civis foram alvos de ataques, com 85 vítimas fatais, durante a campanha eleitoral e o primeiro turno das eleições presidenciais no Afeganistão, executados sobretudo pelos talibãs, anunciou a ONU.

  • Governo e Fiesp firmam acordo para capacitação de detentos
    Notícias
    Agência Brasil

    Governo e Fiesp firmam acordo para capacitação de detentos

    O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, e o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, assinaram hoje (14), em São Paulo, um acordo de cooperação técnica para oferecer capacitação profissional a detentos e para egressos do sistema penitenciário. Por meio desse acordo, a capacitação será feita pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai).Além disso, o acordo prevê a troca de informações sobre crimes cibernéticos e o combate ao roubo de cargas. Segundo Paulo Skaf, a ideia é que o projeto comece a funcionar no próximo ano.“Nossa compreensão é que o setor público ganha muito [estando] aliado ao setor privado. A Fiesp é uma federação importante, que une as indústrias do estado de São Paulo e nós entendemos que podemos fazer uma espécie de acordo ou de aliança neste primeiro momento, por meio do qual poderemos pensar em alguns modelos. Por exemplo, hoje em dia há uma preocupação muito grande com ataques cibernéticos e isso exige recursos financeiros e humanos significativos que, muitas vezes, o setor público tem dificuldade em providenciar”, disse o ministro. Segundo Moro, uma ideia é construir algum modelo em que o setor privado possa colaborar com recursos financeiros e humanos e o setor público com orientação para otimizar pesquisas para prevenir crimes cibernéticos.De acordo com o presidente da Fiesp, o acordo de cooperação prevê a formação profissional dos egressos do sistema penitenciário, que já cumpriram pena, e também a formação dentro dos presídios para que haja possibilidade, uma vez cumprida a pena, do egresso ter trabalho e uma profissão. Segundo Skaf, uma pesquisa feita pela entidade apontou que entre 70% e 80% das pessoas que cumpriram pena e saem dos presídios acabam voltando para o crime quando não tem uma profissão ou trabalho. “Dando uma formação profissional, isso será um facilitador para que ele arrume emprego e não volte ao crime”, disse.Ministro da Justiça do Brasil, Sergio Moro, defendeu prisão em segunda instância - REUTERS/Amanda Perobelli/Direitos Reservados Deportação sumáriaApós participar do evento da assinatura do acordo e fazer palestra para vários empresários e presidentes de associações, apresentando os projetos que foram construídos por sua equipe de ministério desde o início deste ano, destacando a queda nos índices nacionais de criminalidade e violência, Moro falou com a imprensa sobre as mudanças na regra para a deportação sumária . As mudanças na portaria foram publicadas hoje no Diário Oficial da União.“Houve uma série de incompreensões e reclamações e nós preferimos deixar implícito, na nova portaria, algumas solicitações que foram feitas pelas organizações como, por exemplo, a portaria, desde logo, não se aplicava para aquele estrangeiro que já tinha autorização para residência, mas isso não estava explícito. Não se aplicava a estrangeiro que havia obtido refúgio e [agora] colocamos isso explícito”, disse Moro, destacando que “o cerne da proibição do ingresso do país” era de pessoas que cometeram crimes. “Todos os países do mundo proíbem ingresso de pessoas envolvidas em terrorismo”. Segunda instânciaMoro também voltou hoje a defender a prisão em segunda instância. Para ele, a prisão após condenação em segunda instância é um avanço institucional. “Qualquer decisão do Supremo que for tomada, será respeitada. Mas a minha avaliação é que essa possibilidade da execução [da pena] em segunda instância - e isso é minha posição pública - foi um avanço institucional do próprio Supremo Tribunal Federal”, disse.

  • Os alimentos que você deve evitar para prevenir doenças cardiovasculares e diabetes
    Notícias
    HuffPost Brasil

    Os alimentos que você deve evitar para prevenir doenças cardiovasculares e diabetes

    Uma alimentaçao saudavel e rica em frutas, verduras, legumes, graos, "gordurasboas" e tambem tem baixa ingestao de outros grupos de alimentos, segundo umestudo publicado no jornal cientifico JAMA

  • Passeio real ‘complexo’
    AFP

    Passeio real ‘complexo’

    O Palácio de Kensington divulgou em um comunicado que Kate Middleton e o príncipe William devem realizar sua turnê ‘mais complexa’, nesta segunda-feira. O casal real desembarcou no Paquistão onde devem conhecer mais sobre questões climáticas e o contexto de segurança da região.

  • “Tudo indica que o prédio estava em reformas”, diz presidente do Crea
    Notícias
    Agência Brasil

    “Tudo indica que o prédio estava em reformas”, diz presidente do Crea

    O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Ceará (Crea-CE) afirma ter sido notificado de que o prédio que desabou hoje (15) em Fortaleza passaria por obras de manutenção. Em entrevista à Agência Brasil, o presidente do órgão, Emanuel Maia Mota, informou que o profissional responsável pela obra registrou, junto ao conselho, a necessária Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) – documento que define os responsáveis técnicos pelo empreendimento de engenharia, arquitetura e agronomia.Entrevistado por telefone enquanto se deslocava para o cruzamento das ruas Tibúrcio Cavalcante com Tomás Acioli, no bairro Dionísio Torres, onde o Edifício Andréa desabou, Mota disse aguardar informações para confirmar se a obra chegou a ser iniciada. Se confirmado que a manutenção já tinha começado, o conselho instalará um processo para verificar a conduta do profissional responsável, que também pode vir a responder criminalmente pelo ocorrido.O prédio que desabou em Fortaleza - Reprodução Google Maps/Direitos reservados“O que sabemos é que, recentemente, ocorreu manutenção nos elevadores e que há poucos dias foi registrada a ART de uma reforma, sem muitos detalhes sobre o que seria feito. Ou seja, tudo indica que aquele prédio estava passando por reformas”, disse Mota, destacando ainda ser cedo para apontar a causa do desmoronamento. Uma equipe técnica do Crea-CE se encontra no local do desastre, realizando uma avaliação inicial no perímetro do desabamento.Mais cedo, a assessoria da prefeitura de Fortaleza informou à reportagem que não tinha informações sobre a possível realização de obras no edifício. Para Mota, a prefeitura não tinha conhecimento do assunto porque, possivelmente, o profissional responsável registrou o ART no Crea, mas não solicitou ao Poder Público o alvará para realizar a reforma. “Já informei isso à prefeitura para que a devida análise seja feita”, comentou Mota, assegurando que a falta de alvará não é impedimento ao início de obras de manutenção.Mota também não soube precisar há quantos anos o prédio foi construído, mas ponderou que, certamente, há não menos que dez anos. “É um prédio antigo, de uma época em que não havia registros de obras eletrônico. Como ainda não localizamos sequer a ART de construção dele, com certeza ele tem mais de dez anos”, comentou Mota, explicando que compete ao Crea fiscalizar o exercício da engenharia e da agronomia, zelando para que os serviços sejam realizados por profissionais qualificados e habilitados.Além de destacar a importância de que, assim como a fase de construção de qualquer edificação, também os serviços de manutenção sejam acompanhados por profissionais competentes, o presidente do Crea-CE afirmou que o Poder Público precisa zelar pelo cumprimento da lei que exige atenção ao estado de conservação das construções.“Em Fortaleza, temos a Lei de Inspeção Predial, mas ela não vem sendo cumprida. Temos registrado repetidos acidentes causados pela falta de manutenção das construções. E mesmo quando essas edificações tinham alvará, [o Poder Público] não detinha detalhes sobre o plano de manutenção da estrutura predial”, afirmou Mota, cobrando maior atenção ao cumprimento da lei.“O Poder Público tem que ter consciência de que a cidade está envelhecendo e que diversos prédios estão precisando de manutenção. E estes serviços têm que ser acompanhados por profissionais qualificados. Precisamos inclusive conscientizar os síndicos sobre a responsabilidade que eles têm ao negligenciar a execução de uma reforma para consertar patologias de edificação. Os prédios exigem manutenção”, concluiu o presidente do Crea-CE.A prefeitura de Fortaleza não comentou as declarações de Mota, mas o prefeito Roberto Cláudio prometeu “investigação rígida” sobre desabamento. Ao falar com a imprensa, após a Agência Brasil ter entrevistado o presidente do Crea-CE, Roberto Cláudio reafirmou que os órgãos de fiscalização urbana não tinham nenhuma informação sobre obras em andamento no edifício.

  • Curdos enterram seus mortos e se sentem traídos pelos EUA
    Notícias
    AFP

    Curdos enterram seus mortos e se sentem traídos pelos EUA

    Enquanto enterram seus mortos, a minoria curda na Síria denuncia a "traição" dos aliados Estados Unidos, a qual abriu o caminho para a ofensiva da Turquia em seu território.