Moro determina novo interrogatório de Marcelo Odebrecht em ação contra Palocci

Marcelo Odebrecht em depoimento em Curitiba 1/9/2015 REUTERS/Rodolfo Buhrer

(Reuters) - O juiz federal Sérgio Moro determinou um novo interrogatório do empresário Marcelo Odebrecht, no dia 5 de maio, em ação na qual o ex-ministro Antonio Palocci é réu na operação Lava Jato, segundo despacho divulgado nesta segunda-feira.

Palocci é acusado de corrupção e lavagem de dinheiro por supostamente ter recebido propina da Odebrecht para favorecer a empreiteira. Os procuradores afirmam que o ex-ministro é o "italiano" mencionado em planilhas da Odebrecht, apreendidas pela Polícia Federal com informações sobre destinatários de recursos pagos pela companhia.

Em audiência na semana passada, Palocci sinalizou interesse de firmar um acordo de delação premiada, afirmando estar à disposição para apresentar "imediatamente" fatos, nomes e operações "que vão certamente ser do interesse da Lava Jato". [nL1N1HS1SD]

Durante a audiência, o ex-ministro negou ter atuado para beneficiar a empreiteira e também rejeitou ter feito qualquer repasse de recursos de forma ilícita para os marqueteiros João Santana e Mônica Moura, que atuaram nas campanhas de Luiz Inácio Lula da Silva (2006) e de Dilma Rousseff (2010 e 2014). Palocci foi ministro da Fazenda de Lula e da Casa Civil de Dilma.

(Por Tatiana Ramil, em São Paulo)