Moro divulga encontro com deputado estadual de SP e costura palanque: ‘Juntos pelo Brasil e por São Paulo’

·2 min de leitura

Pré-candidato à Presidência pelo Podemos, Sergio Moro publicou, nesta terça-feira, um registro de seu encontro com o deputado estadual por São Paulo Arthur do Val (PATRIOTA). Em meio a negociações para construir palanques estaduais para 2022, o ex-juiz conta com o apoio explícito de lideranças do Movimento Brasil Livre (MBL) no estado paulista, grupo que deve lançar a candidatura do deputado ao governo local.

Na publicação, compartilhada em seu perfil no Twitter, Moro afirmou que Arthur do Val tem se destacado na Assembleia Legislativa de São Paulo e projetou uma união para 2022.

“Encontrei Arthur do Val. Eleito deputado estadual em 2018, ele tem se destacado na Assembleia. Estaremos juntos pelo Brasil e por São Paulo no próximo ano. O Brasil precisará da sua locomotiva econômica para sairmos do atoleiro que nos encontramos”, escreveu Moro.

Poucos minutos depois, em resposta, o parlamentar reforçou o acordo: “Estaremos juntos pela transformação de São Paulo e do Brasil!”, publicou Arthur do Val.

O movimento sinaliza mais uma tentativa de Moro e do Podemos de construir palanques estaduais para o pré-candidato à Presidência. A oficialização da entrada do ex-juiz na disputa criou um choque com alianças costuradas por seu partido ao longo do ano em 14 estados.

No Rio e em São Paulo, por exemplo, a candidatura de Moro tem gerado pressões para um novo desenho de alianças. O presidente do partido no Rio, Patrique Welber, que é secretário estadual de Trabalho, deseja manter aliança com o governador Cláudio Castro (PL), que apoiará o presidente Jair Bolsonaro, recém-filiado ao PL e desafeto de Moro. E apesar de Welber ter o aval da presidente nacional do Podemos, a deputada Renata Abreu (SP), outras lideranças nacionais, como o senador Álvaro Dias (PR), defendem que a sigla precisará de palanque próprio no Rio.

Já no estado paulista, há o apoio explícito do MBL e a aproximação com Arthur do Val. Antes da filiação do ex-juiz, quando a prioridade eram candidaturas à Câmara, o Podemos acenou com autonomia para suas lideranças locais apoiarem candidatos a governo de outras siglas, inclusive ligadas à esquerda. Os prefeitos do Podemos de cidades como São Vicente e Taboão da Serra abriram canais com nomes como Márcio França (PSB) e Fernando Haddad (PT), respectivamente.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos