Moro diz que entregou à PF provas materiais contra Bolsonaro: "Tem bastante coisa"

AP Photo/Eraldo Peres


Sergio Moro afirma que entregou provas materiais em depoimento realizado na Polícia Federal, no último sábado (2), em Curitiba. A Revista Veja publicou as primeiras declarações do ex-ministro após ser interrogado pelas acusações contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

"Foi um depoimento longo, mas tranquilo. Fiz um relato histórico de uma série de situações. Prova material? Tem bastante coisa", disse Moro, segundo relatos de interlocutores ouvidos pela revista.

Em oito horas de depoimento, Moro reafirmou as acusações contra Bolsonaro sobre crimes de interferência política na PF e apresentou novas provas entre áudios, troca de mensagens e e-mails.

Leia também:

O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública pediu demissão do cargo alegando tentativa de interferência na PF com a exoneração de Maurício Valeixo.

A investigação foi aberta a pedido do procurador-geral da República, Augusto Aras, que também quer investigar se o ex-juiz da Lava Jato cometeu crime de denunciação caluniosa. O inquérito corre no STF (Supremo Tribunal Federal). O relator é o ministro Celso de Mello, que deixa a corte no fim do ano.