Morre criança de 5 anos baleada na cabeça em Itaguaí

A menina Esther Vitória de Melo Pires, de 5 anos, baleada na cabeça nesta quarta-feira (20) na comunidade do Carvão, em Itaguaí, Região Metropolitana do Rio, não resistiu aos ferimentos e morreu na madrugada desta quinta-feira (21), de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) à TV Globo. A criança estava internada no Hospital Municipal Pedro II, em Santa Cruz, na Zona Oeste. O caso era considerado grave.

Recuperação: 'Ela já está abusando; quer andar, correr', diz avó de Alice, de 4 anos, baleada na cabeça

Decisão, enfim: Psiquiatra condenado por abusos sexuais tem registro cassado após sete anos de recursos

Na noite de ontem, de acordo com a família, os médicos informaram que não era possível fazer a cirurgia para remoção da bala pois a saúde de Esther teria que se estabilizar. Parentes da criança chegaram a fazer uma corrente de oração no hospital. Ainda não há informações sobre a data e o local do enterro da menina.

Aos menos quatro envolvidos: Polícia prende PM suspeito de envolvimento no sequestro de juiz americano em Copacabana

Logo após o ocorrido, policiais militares e civis prenderam um homem suspeito de ter feito o disparo que atingiu a menor. Identificado pelos agentes apenas pelo apelido Pivete, ele foi capturado na Comunidade do Engenho, também em Itaguaí. Segundo o delegado titular da 50ª DP, Marcos Santana Gomes, a polícia ainda não sabe o que causou o disparo:

— No local, não tinha incursão da PM ou de facções rivais. Estou atuando em flagrante um homem por porte de arma de fogo, mas não posso afirmar, neste momento, que ele foi o autor do disparo. Vou começar a tomar os depoimentos da família amanhã, porque estão todos ainda muito abalados.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos