Morre na Espanha um dos últimos ministros de Franco

Algumas pessoas fazem o gesto fascista no enterro de um dos ministros do general Franco, José Utrera Molina, em Nerja, em 22 de abril de 2017

Faleceu aos 91 anos um dos últimos ministros do general Francisco Franco, José Utrera Molina, o qual homenageou o ditador espanhol até o fim de sua vida.

O enterro foi neste sábado (22).

Utrera foi ministro da Habitação e, depois, ministro e secretário-geral do Movimiento (partido de Estado), assim como vice-presidente de governo entre 1973 e 1975, os últimos anos da ditadura.

Cerca de 150 pessoas assistiram ao funeral em Nerja, localidade andaluza onde morava. Depois da missa, os participantes entoaram a "Cara al sol", o hino falangista.

Entre os que carregavam o caixão estava Alberto Ruiz Gallardón, ex-prefeito de Madri (2007-2011), ex-ministro da Justiça (2011-2014) do Partido Popular e genro do falecido.

O corpo de Utrera foi cremado, segundo um comunicado da família.

Em 20 de novembro de 2016, no 41º aniversário da morte de Franco, Utrera Molina compareceu a uma missa em homenagem ao "Caudillo", em Madri, na presença da filha única do ditador, Carmen Franco, de 90 anos. Na saída, os participantes chegaram a levantar o braço para fazer a saudação fascista.