Morre ex-senador gaúcho José Paulo Bisol, aos 92 anos, em Porto Alegre

·2 minuto de leitura

Faleceu, às 10h26 deste sábado, aos 92 anos, o ex-senador gaúcho José Paulo Bisol. Segundo nota divulgada pelo Hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre, Bisol teve falência múltipla de órgãos. Ele estava internado no Centro de Terapia Intensiva do hospital desde o dia 31 de maio por conta de um infarto agudo do miocárdio. A nota afirma ainda que o político tinha "insuficiência renal crônica e teve suas condições agravadas por choque cardiogênico".

Nascido em Porto Alegre, em 22 de outubro de 1928, Bisol foi poeta, desembargador, deputado estadual (1983-1987), senador (1987-1995) e secretário de Justiça do Rio Grande do Sul (1999-2002) durante o governo do petista Olívio Dutra. Ingressou na política pelo MDB, no início dos anos 1980, durante a redemocratização. Depois, transferiu-se para o PSB, partido pelo qual concorreu à vice-presidência da República em 1989, em chapa encabeçada por Luis Inácio Lula da Silva. Em 2000, Bisol se filiou ao PT. Dois anos depois, retirou-se da política em 2002 para se dedicar à sua carreira jurídica.

Em nota, o ex-presidente Lula chamou Bisol de "o melhor companheiro que eu poderia ter naquela jornada", referindo-se a campanha de 1989. "Fomos companheiros de chapa, eu no PT, ele no PSB de Miguel Arraes, em 1989. A campanha de 1989 foi a primeira da Nova República e de uma geração de brasileiros que podiam finalmente escolher seu presidente, e foi certamente a mais emocionante da minha vida", afirmou.

O ex-governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro (PT), lamentou a morte de Bisol nas redes sociais: "Juiz, cidadão, militante pela Democracia e pela República. Pêsames aos seus familiares. Perde o Brasil. Descansa em paz, amigo e companheiro", escreveu.

Bisol deixa a esposa, Vera Lúcia Zanette, três filhos, Tula, Ricardo e Jairo, nove netos e um bisneto.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos