Morre Glória Maria: entenda as complicações da doença que afetou a jornalista

A jornalista e apresentadora Glória Maria morreu nesta quinta-feira (2) em decorrência de um câncer de pulmão com metástase para o cérebro. Em nota, a TV Globo afirmou que Glória vinha passando por um tratamento para combater as novas metástases do tumor cerebral.

“Em 2019, Glória foi diagnosticada com um câncer de pulmão, tratado com sucesso com imunoterapia, e metástase no cérebro, tratada cirurgicamente, inicialmente também com êxito”, relembrou a emissora em comunicado. “Em meados do ano passado, Glória Maria começou uma nova fase do tratamento para combater novas metástases cerebrais que, infelizmente, deixou de fazer efeito nos últimos dias, e Glória morreu esta manhã, no Hospital Copa Star, na Zona Sul do Rio”.

Saiba mais: Gloria Maria revela como descobriu tumor no cérebro

O problema de saúde foi descoberto após a jornalista sentir-se mal e realizar uma ressonância magnética. Glória chegou a ser submetida a uma cirurgia de emergência para a retirada de uma “lesão expansiva cerebral”.

Tumor cerebral metastático: o que é e quais são as complicações?

O tumor cerebral metastático atinge o cérebro em decorrência da metástase, “espalhamento” de um tumor de origem em outro órgão. No caso de Glória Maria, o câncer de pulmão sofreu metástase para o cérebro. É possível que as células cancerígenas tenham caído na corrente sanguínea, se instalando no sistema nervoso.

...

Veja mais


Veja também

Tumor cerebral: sintomas, causas e tipos
Câncer de Pulmão: sintomas, tratamentos e causas
Vírus da Zika pode ajudar a tratar tumores cerebrais, diz estudo
Ana Maria Braga anuncia estar curada de câncer no pulmão
Ana Maria Braga revela batalha contra novo câncer no pulmão