Morre Jesus Chediak, aos 78 anos, em decorrência da Covid-19

RIO - Morreu nesta sexta-feira, de Covid-19, Jesus Chediak, aos 78 anos. O jornalista, produtor, cineasta e teatrólogo estava internado na UTI do Hospital Assim do Méier, na Zona Norte do Rio, mas nesta sexta não resistiu a complicações cardíacas decorrentes do vírus.

A informação foi confirmada pela Associação Brasileira de Imprensa (ABI), onde atuava como diretor cultural. Após passar pela direção da Casa França-Brasil, em 2017, Chediak atualmente era curador da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Rio.

Chediak estava internado desde o dia 4, após apresentar um quadro de falta de ar, causada pela pneumonia que vinha sendo tratada desde o dia 28 de abril. Jesus era irmão de Almir Chediak, produtor musical responsável por vários songbooks de artistas como Chico Buarque, Toquinho, João Donato e Joao Bosco, e que foi assassinado em 2003, em um assalto na Região Serrana.

Chediak também foi secretário de Cultura de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, e professor da UFBA. Ele deixa mulher e filhos.