Morre John Baldessari, artista conceitual americano, aos 88 anos

RIO — Morreu na noite de spabado, aos 88 anos, o artista conceitual americano John Baldessari. A informação foi confirmada por Margo Leavin, galerista que o representava em Los Angeles, cidade onde vivia.

Nascido em National City, na Califórnia, em 1931, Baldessari formou-se em História da Arte na Universidade de San Diego. Influenciado por Marcel Duchamp (1887 – 1968) e a pop art de Edward Ruscha, Baldessari começou a incorporar em suas telas materiais materiais como pôsteres, fotografias e still de filmes, além de frases e aforismos. Entre suas obras mais lembradas, estão colagens de anúncios em que os rostos dos personagens são cobertos por tinta.

Além de artista, Baldessari também foi lecionou durante anos no California Institute of the Arts (CalArts), onde teve como alunos grandes nomes da arte americana, como Matt Mullican, Barbara Bloom, Meg Cranston, Tony Oursler e Liz Craft.

Com mais de 300 mostras individuais nos EUA e na Europa, Baldessari ganhou, em 2017, uma retrospectiva no Museo Jumex, no México. O sexto volume de seu catálogo raisonné, com obras pós-2010, está previsto para ser lançado este ano. Entre vários prêmios, recebeu em 2009 o Leão de Ouro pelo conjunto da obra na 53ª Bienal de Veneza.