Morre José Ramos Tinhorão, um dos maiores críticos da música brasileira, aos 93

·1 minuto de leitura
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SÃO PAULO, 05.02.2018: O pesquisador musical José Ramos Tinhorão. (Foto: Karime Xavier/Folhapress) ORG XMIT: AGEN1802052022103928
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SÃO PAULO, 05.02.2018: O pesquisador musical José Ramos Tinhorão. (Foto: Karime Xavier/Folhapress) ORG XMIT: AGEN1802052022103928

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O pesquisador musical José Ramos Tinhorão, um dos maiores críticos da música brasileira, morreu nesta terça-feira aos 93 anos. A notícia foi confirmada pela editora 34, que o publicava.

Nascido em Santos, no estado de São Paulo, Tinhorão fez carreira como jornalista em veículos como a TV Globo, o Jornal do Brasil e a revista Veja. Rapidamente se consolidou como um dos principais observadores da música popular brasileira e um repositório de histórias e documentos sobre o assunto.

Escreveu mais de 25 livros sobre música, entre eles "História Social da Música Popular Brasileira", "Música popular: um tema em debate" e "O Samba Agora Vai: A Farsa da Música Popular no Exterior", um dos primeiros a projetar seu pensamento inquieto e provocador ao debate público. Seu acervo hoje pertence ao Instituto Moreira Salles.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos