Morre músico Bebeto Alves, pai de Mel Lisboa, aos 68 anos

Morreu na madrugada desta segunda-feira o cantor e compositor Luís Alberto Nunes Alves, o Bebeto Alves, em decorrência de um câncer no pulmão agravado por uma embolia pulmonar. Conhecido como um dos expoentes da Música Popular Gaúcha (MPG), o artista estava hospitalizado no hospital Dom Vicente Scherer, em Porto Alegre. Em junho de 2022, ele havia sido internado com uma trombose pulmonar.

Bebeto deixou a esposa, Simone Schlindwein, e três filhas, Kim Bins, Luna Lisboa Alves e Mel Lisboa, e quatro netos.

Pioneiro da world music no Rio Grande do Sul, Bebeto deu uma roupagem pop a ritmos tradicionais da sua região. Misturava ranchos, toadas e milongas com reggae e rock. Natural de Uruguaiana, na fronteira com a Argentina e o Uruguai, ele se mudou para Porto Alegre nos anos 1970 e lançou discos como "Novo País", "Pegadas", "Danço Só", "Milonga de Paus", "Paisagem". Ele foi diretor do Centro de Música (CEMUS) da Funarte nos anos de 2011 a 2012.

Bebeto, que passou por um transplante de fígado em 2013, fez parte doo grupo Los 3Plantados, junto com outros dois músicos que passaram por transplantes, King Jim e Jimi Joe.

Filha de Bebeto com a astróloga Claudia Lisboa, a atriz Mel Lisboa homenageou o músico em suas redes sociais.

"Nas pegadas das suas botas, ele trouxe as ruas de Porto Alegre. E na cidade dos seus versos, o sonho dos seus amigos. Meu pai, Bebeto Alves, grandessíssimo artista, partiu nesta madrugada", postou ela.