Morre paciente suspeito de estar infectado com variante indiana no RN

·1 minuto de leitura

A Secretária de Estado de Saúde Pública do Rio Grande do Norte confirmou a morte do paciente que estava sendo monitorado após a suspeita de ter contraído a variante indiana do coronavírus. O óbito aconteceu na segunda-feira, dia 31 de maio, mas foi confirmado apenas nesta quarta-feira, dia 2 de junho.

O paciente era um homem de 29 anos que havia saído do Maranhão, onde teve contato confirmado com a variante B.1.617. Ele foi testado positivo para a doença e estava hospitalizado, em isolamento na terapia intensiva. Ainda aguarda-se o resultado da análise genética que mostrará com qual cepa ele esteve infectado.

Se for confirmado, será o primeiro caso oficial de pessoa contaminada com a cepa indiana no Rio Grande do Norte. Até o momento, o Brasil tem oito casos confirmados da variante indiana, sendo seis no Maranhão, um no Rio de Janeiro e um em Minas Gerais, mais especificamente na cidade de Juiz de Fora. O Ministério da Saúde informou que os casos no Espírito Santo, Pará, Distrito Federal e Ceará foram descartados para a nova variante.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos