Morre Paul Allen, cofundador da Microsoft, após batalha contra o câncer

Ares Saturno
Paul Allen, que fundou a Microsoft juntamente com seu colega de ensino médio Bill Gates em 1975, morreu nesta segunda-feira (15), após batalha contra a volta de um linfoma não-Hodgkin. Ele já havia sido diagnosticado com câncer 3 vezes anteriormente

Paul Allen, co-fundador da Microsoft ao lado de Bill Gates, morreu nesta segunda-feira (15) aos 65 anos após uma batalha contra um linfoma não-Hodgkin, um tipo de câncer que se origina nos gânglios linfáticos.

Allen foi diagnosticado com câncer pela primeira vez em 2009 e, ainda no início de outubro revelou que, após um período de remissão, o câncer havia voltado. Era a terceira vez que Allen lidava com algum tipo de linfoma e ele havia comentado que continuaria atuando frente aos seus vários empreendimentos comerciais.

Paul Allen conheceu Bill Gates ainda no ensino médio e em 1975 eles fundaram a Microsoft. Allen ocupava o 44º lugar da lista de bilionários da Forbes de 2018, com fortuna estimada em cerca de US$ 20 bilhões. Filantropo, doou mais de 500 milhões ao Allen Institute for Brain Science, voltado para pesquisa na área de neurociências.

Satya Nadella, CEO da Microsoft, publicou a seguinte declaração em seu LinkedIn: "As contribuições de Paul Allen para nossa empresa, nossa indústria e nossa comunidade são indispensáveis. Como co-fundador da Microsoft, ele criou, de maneira silenciosa e persistente, produtos mágicos, experiências e instituições, e ao fazê-lo, mudou o mundo. Eu aprendi muito com ele — sua inquisitividade, curiosidade e pressão por altos padrões continuarão a inspirar a mim e a todos nós da Microsoft. Nossos corações estão com a família e os entes queridos de Paulo. Descanse em paz."

Fonte: Canaltech