Morre Paulo Mendes da Rocha, um dos maiores nomes da arquitetura mundial, aos 92 anos

·1 minuto de leitura

Morreu neste domingo, aos 92 anos, Paulo Mendes da Rocha, um dos maiores nomes da arquitetura brasileira e mundial, com quase sete décadas de carreira. O capixaba estava internado em São Paulo. A morte foi confirmada pelo filho, Pedro Mendes da Rocha, que não informou a causa.

Natural de Vitória (ES), Paulo ajudou a desenhar a cidade de São Paulo, onde vivia. São dele projetos icônicos como a reforma da Pinacoteca, em que precisou adequar a construção do século XIX às necessidades de uma instituição contemporânea, o Museu Brasileiro da Escultura (MuBE), o Museu da Língua Portuguesa, destruído por um incêndio em 2015 e hoje em reconstrução, além do Sesc 24 de Maio.

Ao longo da carreira, ele foi reconhecido com os mais importantes prêmios internacionais de arquitetura, incluindo Pritzer, Imperial do Japão, Leão de Ouro da Bienal de Veneza e medalha de ouro do Instituto Real de Arquitetos Britânicos.

* Mais informações em instantes